Algumas emoções são únicas, como entrar escondido em um parque de diversões abandonado, ou explorar o charme dilapidado de um hotel inabitado com alguns amigos.

Vamos explorar esses lugares, mas fique tranquilo não vamos mostrar, manicômios mal-assombrados ou ilhas amaldiçoadas, são lugares facinantes em várias partes do mundo.

Embarque com a gente nessa viagem ao redor do mundo!

1- Dreamland – Nara, Japão

Os escombros do castelo de conto de fadas de Dreamland e os esqueletos abandonados das atrações são um sonho para exploradores urbanos e curiosos de plantão. Esse parque temático gigantesco e abandona perto de Nara, foi a tentativa do Japão de concorrer com a Disneylândia, e é um dos parques abandonados mais bem conservados do mundo, já que os donos não venderam nenhum das atrações após o fechamento. Tem tanta coisa para ver que você vai precisar de pelo menos 2 horas.

Se você está pensando em ir, dê uma lida antes no maravilhoso post do blog Time Travel Turtle. Está em inglês, mas com um pouco de Google Tradutor você consegue ter uma noção de como entrar e qual o melhor horário para visitar o parque, evitando assim ser pego e multado pela segurança.

2-Spreepark – Berlim, Alemanha

Berlim sem dúvida é a melhor cidade da Europa para exploradores urbanos, curiosos por incríveis construções abandonadas – tanta história e tanto lugares abandonados incríveis e de fácil acesso por transporte público.

Esse parque de diversão da era da República Democrática Alemã conhecido como “Spreepark” conta com estátuas de dinossauros, uma roda gigante que se mexe com o vento e um túnel de montanha russa no formato de um gato psicodélico.

Existem boatos e planos de revitalizar a área. Essas especulações também fizeram com que a segurança aumentasse – é um pouco mais difícil de escalar a cerca e tem mais guardas e cachorros que costumava ter.

3- Fortes Marítimos Maunsell – Red Sands, Reino Unido

Vários fortes marítimos foram construídos durante a Segunda Guerra Mundial para defender a costa britânica, incluindo esses fortes futurísticos ficam em Red Sands, bem na transição entre o rio e o mar.

Eles foram oficialmente abandonados nos anos 50, mas você ainda pode visita-los de barco – o jeito mais fácil e mais seguro é ir em alguns dos passeios que saem de Whitstable.

4-Cemitério soviético de estátuas – Tallinn, Estônia

Depois da queda da Cortina de ferro, a recém independente capital da Estônia tem uma certa quantidade de resquícios soviéticos que eles precisam se livrar rapidamente. Muitas das estátuas foram abandonadas em um pedaço de terra nos arredores da cidade, onde elas estão até hoje – incluindo uma cabeça gigante do Lênin.

Escondido em um terreno atrás do Museu de História da Estônia (apesar de ser apenas coincidência; as estátuas não são parte das exibições) esse cemitério de estátuas soviética improvisado é um dos lugares menos conhecidos dessa lista, mas definitivamente vale a pena visitar.

5-Gávea Tourist Hotel – Rio de Janeiro, Brasil

Um pouco distante do centro do Rio de Janeiro, na vizinhança de São Conrado, esse hotel maravilhoso está abandonado há mais de 40 anos. Artistas de rua locais tem continuamente adicionado charme ao local, e já foi um dos melhores locais para exploradores urbanos da América do Sul.

Mas, devido a preocupações com segurança, hoje é difícil e perigoso de entrar no prédio em si, mas você pode chegar perto suficiente para admirar do lado de fora. Só tente não pensar/lembrar muito no O Iluminado.

6-Cidade de mineiros abandonada – Sewell, Chile

Construída para os trabalhadores e famílias da maior mina de cobre do mundo, a cidade de Sewell já foi o lar de mais de 15.000 pessoas. Mas nos anos 70, os residentes foram realocados para casas novas e melhoradas mais abaixo da montanha onde está localizada, e a cidade ficou abandonada desde então.

A cidade fantasma é hoje um patrimônio da UNESCO, graças a sua importância cultural e histórica, e o único jeito de visita-la é com guias autorizados.

TEXTO DEEMMA MARTELL
FONTEbrazilian.hostelworld
COMPARTILHAR
Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.