Pedras de todos os tipos e tamanhos já foram chamadas de “ossos da Mãe Terra”. As pedras são usadas ​​como talismãs e amuletos desde os primórdios da história escrita, e provavelmente, bem antes dela.

Muitos acreditam que as pedras preciosas têm poderes místicos, e algumas delas estariam ligadas às estrelas e ao signo solar, trazendo boa sorte, saúde, prosperidade e felicidade para as pessoas de acordo com seus signos.

Com base na sua relação com os signos, as pedras preciosas são associadas a determinados meses – e as pessoas nascidas nesses meses podem se beneficiar delas.

Granada (janeiro):

Granadas são pedras de pureza e verdade. São uma representação de lealdade e constância na amizade, um símbolo de amor e compaixão, e acredita-se que podem aumentar o desejo sexual. Essas pedras também têm o poder de ajudar as pessoas a obter sucesso, fama e popularidade, além de proporcionar proteção e despertar a consciência espiritual.

Ametista (fevereiro):

Sua cor varia do lilás claro ao roxo profundo. Conhecida por incentivar o celibato, era usada como ornamento em igrejas na Idade Média. A ametista também simboliza a sobriedade.

Água-marinha (março):


Sua cor varia do azul-claro ao azul médio. Diz a lenda que a água-marinha é o tesouro das sereias e teria o poder de proteger os marinheiros. A imersão em água fortalece seu poder. Também possuiria um efeito calmante, sobretudo entre casais, proporcionando proteção contra o mal.

Diamante (abril):

Sugere a eternidade do amor. Os diamantes são símbolos tradicionais do amor. É considerada a mais pura das pedras preciosas.

Esmeralda (maio):
As esmeraldas verde-escuras são consideradas mais valiosas que as de outros tons. São as joias da eterna primavera, com muito brilho e vida. Conhecidas por gerar ideias criativas durante os sonhos, acredita-se que transmitam paciência para quem as usa e que ajudem na meditação.

Pérola (junho):
A beleza do brilho das pérolas é apreciada há séculos. Segundo uma antiga crença grega, as pérolas são capazes de promover a felicidade conjugal e evitam tristezas entre os recém-casados. Também são conhecidas por eliminar desequilíbrios emocionais.

Rubi (julho):
O rubi é a mais cara de todas as gemas, com exceção de uma variedade rara de diamantes vermelhos. De acordo com a crença popular, os rubis concedem felicidade, sabedoria e saúde para quem os usa. Também são conhecidos por manter o equilíbrio no amor e em todos os esforços espirituais.

Peridoto (agosto):
Esta joia vulcânica abençoa quem a usa com sucesso, paz e boa sorte. Também proporciona força e vitalidade física. Ajuda a criar uma atitude positiva e a aliviar o medo espiritual.

Safira (setembro):

A safira é conhecida como joia do céu ou joia divina. Simboliza a sinceridade e a fidelidade, e tem fama de conceder iluminação espiritual, paz interior e um meio de expressão pessoal para quem a usa.

Opala (outubro):

Acredita-se que esta pedra possui um grande valor espiritual, e que brilha com energia extraordinária e positiva. Ela é um presságio de esperança e protege seu portador contra impurezas e problemas de saúde. Alguns a consideram uma pedra de má sorte.

Topázio (novembro):

Segundo a crença grega, esta joia tem o poder de aumentar a força, dissipar encantamentos e melhorar a visão. Traz equilíbrio emocional ao portador, ajuda na regeneração espiritual, alivia o estresse e confere uma sensação de alegria.

Turquesa (dezembro):

Na Antiguidade, era frequentemente incluída nas tumbas como proteção contra o mal, já que atrairia bons espíritos. A turquesa é conhecida por proporcionar riqueza e bem-estar a quem a usa, além de dar sorte no amor.

Não ignore essa sabedoria ancestral e carregue com você sua pedra preciosa. Você pode se surpreender com os resultados.

TEXTO DEJuan Fernando Montesdeoca
FONTEDiscoverymulher
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS