Foto: Mumbai – Reprodução CI

Se você sonha em morar fora e ter uma experiência internacional, confira as cidades com baixo custo de vida.

A Economist Intelligence Unit faz, todos os anos, uma pesquisa com o custo de vida das cidades do mundo. O ranking compara 160 preços de serviços e produtos (que incluem comida, bebida, roupas, utensílios domésticos, itens de cuidados pessoais, aluguéis de casa, transportes, serviços públicos, escolas privadas, ajuda doméstica e custos de recreação) em 203 países do mundo.

Nesse ano(2016), Lusaka na Zâmbia (na África) ficou em primeiro lugar entre as cidades mais baratas do mundo. A pesquisa tem sido realizada há mais de 30 anos e tem como base a cidade de Nova York, com um índice fixado em 100.

Segundo a pesquisa, a queda contínua nos preços das commodities desde 2014 têm sido uma força poderosa para o enfraquecimento de muitas moedas. O excesso de oferta e redução da demanda da China diminuíram o valor das exportações da Austrália, Brasil e do Canadá, fazendo essas moedas perderem valor.

A queda do preço do petróleo também tem um impacto significativo sobre os preços. A pesquisa da Economist Intelligence Unit é feita duas vezes ao ano, nos meses de março e setembro. Confira abaixo os resultados de 2016:

As 10 cidades mais baratas do mundo para se viver
1-Lusaka (Zâmbia)
2-Bangalore (Índia)
3-Mumbai (Índia)
4-Almaty (Cazaquistão)
5-Argélia (Argel)
6-Chennai (Índia)
7-Karachi (Paquistão)
8-Nova Deli (Índia)
9-Damasco (Síria)
10-Caracas (Venezuela)
Saiba mais

FONTEVagaspelomundo
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS