Alecrim é uma erva popular, comumente usada para enfeitar pratos e várias refeições, devido ao seu cheiro único e agradável.

No entanto, os cientistas confirmam que esta erva pode ser muito mais útil se tratada no tratamento da demência e da doença de Alzheimer!

Em Hamlet, Shakespeare escreveu: “Alecrim é para lembrança: reze, ame, lembre-se.” Ele pode ter tido conhecimento dessas propriedades desta planta benéfica.

Estudos têm demonstrado que o alecrim tem efeitos miraculosamente fortes no caso de perda de memória e o início da desaceleração mental associada às doenças.

Mark Moss e sua equipe científica examinaram os efeitos do perfume emitido pelos óleos essenciais de alecrim no cérebro e fizeram algumas descobertas surpreendentes!

Existe um forte vínculo entre o cheiro desta erva natural e a função cognitiva melhorada, ou para ser mais específico, para a retenção de memória!

Além disso, outro estudo mostrou que o alecrim proporcionou efeitos positivos nos tratamentos de pacientes com Alzheimer e demência. As descobertas foram impressionantes:

“Todos os pacientes apresentaram melhora significativa em … Função cognitiva em ambos [testes] após a terapia. Em particular, pacientes com doença de Alzheimer apresentaram melhora significativa nos escores totais “.

Os achados desses estudos dão esperança de que o alecrim pode ser um remédio natural potente para a demência e a doença de Alzheimer.

Portanto, para aumentar o desempenho do seu cérebro, basta respirar fundo um pouco de alecrim!

Fonte:
BBC Magazine 

FONTESemprequestione
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS