Taís Araújo foi convidada pela TEDxSaoPaulo para falar sobre o desafio de criar filhos no Brasil de hoje.

Taís é a primeira atriz negra a ser protagonista de novela brasileira. Em razão disso, ela se tornou conhecida internacionalmente e foi eleita um dos 50 rostos mais lindos do mundo pela revista People.

Rompendo preconceitos diversos, foi a primeira protagonista negra de uma telenovela da Rede Globo.Trata-se uma das mulheres que melhor representam o empoderamento negro e a militância por igualdade racial no Brasil.

Ela destacou a preocupação na criação de seus filhos, João Vicente, de 6 anos, e Maria Antônia, de 2 anos e 7 meses.

Inicia dizendo: “A pergunta que mais me fazem é qual a diferença entre criar um menino e criar uma menina.

E minha resposta é sempre muito imediata e a mesma: não vejo diferenças entre criar meninos e meninas. Estou criando dois indivíduos. Essa minha resposta, apesar de ser sempre a mesma, é uma mentira”

“Eu vejo diferença entre criar meninos e meninas (afirma a atriz). Gênero é uma questão. Porque, quando engravidei do meu filho, fiquei muito aliviada de saber que no meu ventre tinha um homem.

Porque eu tinha a certeza de que ele estaria livre de passar por situações vivenciadas por nós, mulheres. Teoricamente, ele está livre. Certo? Errado”

E continua… “Errado porque meu filho é um menino negro. E liberdade não é um direito que ele vai poder usufruir se ele andar pelas ruas descalço, sem camisa, sujo, saindo da aula de futebol. Ele corre o risco de ser apontado como um infrator. Mesmo com 6 anos de idade.”

“Quando ele se tornar adolescente, ele não vai ter a liberdade de ir para sua escola, pegar uma condução, um ônibus, com sua mochila, com seu boné, seu capuz, com seu andar adolescente, sem correr o risco de levar uma investida violenta da polícia.

Ao ser confundido com um bandido. No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e blindem seus carros. A vida dele só não vai ser mais difícil que a da minha filha”

Assista à palestra e confira:

Você também entende que é necessário alertar as pessoas sobre a importância da igualdade racial?
Então, compartilha este conteúdo!

FONTERevista pazes
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS