Por: Alexandre Cardoso

A pequena Ashalley Vitória, enviou uma cartinha comovente para a Campanha Papai Noel dos Correios em Rio Branco. A carta causou comoção e repercussão pelo pedido singelo que a pequena lutadora fez.

“Papai Noel… meu pedido é de fraldas descartáveis GG e bolsas de sangue A +”

No último dia 28 de Outubro Ashalley Vitória que tem 4 anos de idade, começou a apresentar os primeiros sintomas da doença, imediatamente foi internado no Hospital da Criança, em Rio Branco, e não saiu mais.

A mãe, Cleonice Sousa, conta “Ela passou mal e vomitou sangue pela primeira vez. Fui encaminhada a um pronto socorro e posteriormente para o Hospital da Criança.

Segundo a mãe foi um choque muito grande quando a hematologista deu a notícia que sua filha estava com a doença e que seria internada imediatamente e não teria previsão de alta, lembra, emocionada.

A mãe atualmente está sem emprego, fala que as dificuldades não são somente financeiras, mas também o sofrimento de ver a filha nessa situação.

A maior preocupação no entanto agora é em relação ao sangue, pois a menina, precisa tomar muito sangue para poder aumentar a imunidade. A mãe fala que a filha não tem muita noção da gravidade da doença, mas está ciente que precisa tomar sangue.

Então foi ai que surgiu a ideia de escrever a cartinha para fazer o pedido ao Papai Noel. Embora a doença seja agressiva e deixe a menina debilitada, a mãe conta que a filha é uma criança alegre e batalhadora

“Pedi fraldas também porque têm dias que ela está muito fraquinha, ela faz quimio e a deixa muito fraca, por isso, ela não consegue sair da cama, então, como ela está pesadinha, eu não aguento levá-la até o banheiro e ela acaba fazendo xixi na cama”, acrescenta.

Mesmo com toda a situação a mãe não perde as esperanças de que a filha melhore, “Vamos continuar lutando com ela até ela se curar. Eu sempre falo para ela nós não vamos deixar a doença nos abater e que ela vai vencer e vamos lutar de mãos dadas”, complementa.

Fonte:G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS