Voltar a ser feliz pode se tornar um desafio, por causa das responsabilidades e por viver no “piloto automático”; às vezes, problemas cotidianos se tornam protagonistas de nossa vida.

De repente, esquecemo-nos de aproveitar, começamos a adiar o que desejamos fazer e apenas nos movemos por inércia.

É fácil nos deixarmos levar por essa vida em que todos os dias são iguais, em que parecemos peixes que mordemos a isca e para os quais a mera ideia de sair de nossa “zona de conforto” nos aterroriza.

Voltar a ser feliz começa pelo presente

Somos conscientes do quanto ignoramos o presente? Nossa mente divaga de maneira constante pelo passado ou pelo futuro e, às vezes, gera sensações de ansiedade ou de preocupação que não nos trazem nada de bom.

Passamos tanto tempo acostumados a essa inércia que se torna muito complicado estar no aqui e agora.

Na verdade, se alguma vez tentamos praticar o mindfullness, ioga ou meditação, vivenciamos um nervosismo incontrolável de quem não é capaz de deixar de pensar, de começar a sentir, de se focar no momento presente.

Muitas vezes, achamos que é uma perda de tempo nos centrarmos no agora. No entanto, manter nossa mente ocupada por pensamentos inúteis não serve de nada.

Um excesso de ideias preocupantes, de responsabilidades, culpas e arrependimentos, pensamentos ruminantes, fazem com que nos esgotemos, que gastemos mal nossa energia.

Voltar a ser feliz não é complicado, desde que tomemos isso como o primeiro passo apenas. O mais importante, ao que dedicaremos mais tempo.

O presente é o princípio do equilíbrio, da alegria e da felicidade.

Hoje é um dia importante

Hoje é um dia importante para voltar a ser feliz, portanto, não o desperdicemos naquilo que torna a existência mais complicada.

Por que continuamos dando desculpas para não fazer o que desejamos hoje mesmo? E se amanhã tudo terminasse para nós?

Acreditamos que a vida é longa, mas isso pode não ser verdade e, no momento mais inesperado, nos surpreendemos com o contrário.

Às vezes, adiamos coisas que queremos fazer, enquanto priorizamos outras. É verdade que temos responsabilidades, mas também temos o direito de aproveitar a vida.

O equilíbrio é importante se queremos viver plenamente. Assim, devemos tocar todas essas áreas de nossa vida, na qual nos incluímos.

Nosso tempo, nosso ócio e nosso prazer.

Criamos desculpas porque “não é o momento”, ou “não posso me permitir”. Talvez, você possa, sim, mas pensa no amanhã, em acumular sem desfrutar.

Não estamos dizendo que desperdice dinheiro, mas sim que pense em utilizar uma pequena parte para si, em você. Porque você merece… sabia?

Recuperar o sorriso

Parece que o prazer está penalizado e, em troca, premia-se a angústia, os deveres, tudo aquilo que é “bem visto”.

Não nos estranha tanto que uma grande parte da população tenha depressão e, pelo contrário, nos perguntamos como algumas pessoas fazem para desfrutar tanto da vida; será que não trabalham?

Esses pensamentos limitam nossa maneira de viver e fazem com que voltar a ser feliz seja quase um sonho.

Recuperemos nosso sorriso. Se desejarmos ir ao cinema, reservemos um pouco de tempo para ir hoje mesmo! Não é uma bobagem, é o que queremos. Vamos nos fazer felizes.

Abandonemos essas ideias que nossa mente fica ruminando, que nos preocupam durante dias sobre algo que dissemos ou fizemos e que não tem solução, nem pode mudar. Aprendamos a soltar, a não nos agarrar.

Deixemos de estar no “piloto automático” e vamos saborear cada pequena coisa que já deixou de nos surpreender por ser uma constante em nosso dia a dia.

Vamos nos deleitar com o sabor da comida, nos esquecemos de focar nisso! Vamos nos fixar nas coisas que existem ao nosso redor, levantemos a cabeça, vamos olhar apenas para a frente.

Antes de ir, comece a aplicar isso: Hoje, decido não me amargurar por nada

Vamos nos dar conta do quanto estamos cegos e de como permitimos que a vida passe diante de nossos olhos como se não valesse nada.

Começamos a dar o valor que a vida merece? Hoje é o dia de voltar a ser feliz… ou vamos deixar para amanhã?

FONTEMelhor com Saúde
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS