Há quem diga que tirar sangue é um procedimento simples e indolor, mas nem todo mundo concorda. O processo para coletar sangue tem sido o mesmo há décadas, mas um grupo de inventores promete mudar isso em breve.

O TAP (Touch Activated Phlebotomy, ou Flebotomia Ativada pelo Toque) foi idealizado em 2014, chamou a atenção de investidores milionários e agora vem sendo apresentado em eventos de tecnologia de saúde, podendo chegar ao mercado em 2017.

Para utilizá-lo, o profissional de saúde só precisa limpar a área, prender o TAP no braço do paciente e apertar um botão. 30 agulhas fininhas penetram as camadas mais superficiais da pele e começam a coletar o sangue, num procedimento que dura em média dois minutos.

O aparelho foi projetado para coletar 100 microlitros de sangue, a quantidade mais comum para exames feitos nos Estados Unidos. Os desenvolvedores garantem que o procedimento não causa nenhuma dor e ressaltam que milhões de norte-americanos deixam de fazer exames por causa do medo de agulhas, o que seria resolvido pelo TAP.

A empresa já realizou testes junto à US Food and Drug Administration, órgão do governo dos Estados Unidos responsável pelo controle de medicamentos e equipamentos médicos, e preveem que cada unidade vá custar cerca de 30 dólares.
Fotos: Reprodução/7sbio

FONTEHypeness
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS