Ela se sente como uma caixa de papelão estagnada no canto da sala. Os outros passam e não a percebem, pois ela está a tanto tempo daquela maneira que já perderam o interesse de olhar para procurar algo de novo. Ela está ali e externamente é a mesma de sempre, porém há algo que as pessoas que a rodeiam não sabem: Por dentro ela é outra. Nova, viva e pulsante. Brilhante, colorida e feliz.

Porém essa caixa está começando a ficar com rachaduras, pois quanto mais a caixa se enche, mais suas mudanças se comprimem e ameaçam explodir a qualquer momento. Enquanto isso do lado de fora, ainda é a mesma caixa, só um tanto mais desbotada, empoeirada e com uns risquinhos das rachaduras que começam a aparecer. Por isso ninguém se importa de parar e perguntar o que está acontecendo já que aparentemente nada está havendo, e isso dói nela, pois queria que os outros vissem seu crescimento, mas como poderão ver se ela se recusa a se abrir?

Ela que se esconde e ainda reclama por ninguém a ver como gostaria de ser vista. Ela que se diminui e fica chateada quando passa despercebida todos os dias. Mas Quem a está enchendo disse que as coisas não podem continuar assim. Ele disse que sabe da vontade dela de progredir, avançar e passar para o próximo nível, porém será impossível se ela continuar se recusando a se abrir para deixar seu verdadeiro ‘eu’ vir á tona.

Ele ainda disse que ela está numa fase onde não poderá mais dar passos se continuar do jeito que está: Parada. Mesmo que anteriormente ela tenha aprendido e sido curada enquanto estava quieta no canto, porém se quiser ir além terá que fazer mais e se permitir viver de acordo com a história que Ele escreveu para ela desde a fundação do mundo. Porém ela continua ali, pois ainda tem esperanças Dele mudar de ideia e dizer que tudo bem continuar assim o resto da vida, que Ele continuará ao seu lado e a abençoando, o que é verdade, porém Ele ainda quer que ela tenha uma vida incrível e não apenas uma boa vida.

E tudo dói dentro dela, pois há um grito sufocado, um sonho escondido, uma vontade reprimida. Ela quer se abrir e deixar as pessoas virem que mudou, que aquela menina quase não existe mais, pois ela amadureceu através das dores e os ensinamentos recebidos pelo Espirito Santo. Que ela não quer mais ser conhecida como a pessoa parada e estagnada no que sempre foi e fez, mas que agora ela quer refletir a imagem e semelhança do Criador.

Ela quer que o rosto de Cristo brilhe através do seu e que todos quanto a virem a conheçam como a garota que acredita que Deus é real e fez Dele o seu modo de vida apesar das críticas e rejeições das pessoas. Ela quer ser o que Deus quer que ela seja. Ela quer se abrir e mostrar que aprendeu tanta coisa que quer ensinar aos outros também. Plantar em seus corações a semente que ama a Deus, quer fazê-Lo ser irresistível, real e que faça sentido na cabeça racional das pessoas.

Ela quer que todos se apaixonem pelo Filho do Homem e queiram ter um relacionamento intenso, íntimo e sincero com Ele assim como ela tem. Pois foi através esse secreto que ninguém nunca viu, até mesmo as pessoas mais próximas, que ela foi sendo cheia de mudanças e reconstruções. Foi no lugar onde havia apenas ela e Deus que aprendeu mais sobre quem ela era. Percebeu seus defeitos que não via, olhou seus erros e pôde se arrepender, e ainda mudar.

Ela que se encontrou no lugar mais improvável onde nunca imaginou estar. Que se viu rodeada de amor, atenção e carinho quando não havia mãos para a tocarem e nem um corpo para lhe abraçar. E seu maior sonho é que todas as criaturas sintam esse mesmo amor e a partir dele deixem tudo de ruim que fazem e se tornem quem Deus quer que elas sejam. E Ele não quer isso porque é controlador, mas porque sabe que dentro de cada pessoa há uma eternidade que trás a verdade sobre quem somos e só iremos nos sentir em paz e satisfeitos quando nos tornarmos o que nossa natureza diz que somos.

Mas ela acha que se continuar presa dentro da caixa vai poder se tornar tudo que Deus planejou, o que não é verdade, pois se permanecer ali será metade do que poderia ser e não ficará em paz. Terá sempre uma tristeza sufocando e dizendo que algo está errado, que alguma parte está fora do lugar e quer encontrar um lar, algum consolo. Porém só ficará bem quando deixar a caixa explodir e dela sair a luz que irá assustar.

Pois a luz não foi feita para ficar debaixo de uma cama, ou dentro de uma caixa, por exemplo, mas para ficar num lugar alto para assim iluminar tudo que há em volta. Entretanto, ela continua teimando e dizendo que tem muito medo para poder sair, para se mostrar. Ela diz que é feita de temor e que nela não há espirito de ousadia. Que nasceu para viver escondida e não em um lugar que todos a veem e a ouçam.

E enquanto diz tudo isso ela vai se anestesiando e não progredindo, não passando para outro nível e fase. Mas nada disso a convence, pois sabe que se Deus a chamou é porque sabe que ela é capaz de fazer o que Ele mandou. Que Ele a ensinou para viver esse propósito e por toda sua vida foi preparada para ele. E que se tentar viver de acordo com os moldes e regras do mundo vai se sentir mal e insatisfeita, vai achar que nada foi feito para ela e que mesmo vencendo não sentirá paz no que irá desempenhar.

Pois a eternidade que há dentro dela é forte demais e fica latejando todos os dias enquanto ela viver nas sombras por medo de ser, por medo do que irão dizer e pensar dela se renunciar tudo que tem para viver de acordo com o Deus que ninguém pode ver. Vão dizer que é loucura, pois ela desde pequena ela se destaca por sua mente inteligente e seu coração que transborda sabedoria, e deixar suas conquistar por causa de uma crença é sem sentido para alguns.

Mas não importa o que poderão dizer, ela sabe que foi chamada para viver pela fé. Porém ela não entende que se não for fiel as coisas pequenas não poderá ser colocada nas grandes. Que se não sabe cuidar de uma flor não poderá tomar conta de um jardim. Que se tem medo de pisar numa pedra não poderá escalar uma enorme montanha. Por isso não pode continuar apenas desejando ir além, mas precisa sair de onde está e largar tudo que pode pesar na sua caminhada.

Que para viver o propósito terá sim que renunciar muitos dos seus medos, receios, inseguranças. Não poderá ter tanta vergonha e timidez, e parar de se comparar com os outros para se sentir péssima e achar que como tem pessoas que fazem quase o mesmo que ela, são melhores e podem fazer o que Deus pediu a ela. Mas se Ele a chamou é porque ela no seu meio, condições e sabedoria terá que fazer. Que é através dela, de suas experiências e cicatrizes que coisas novas e espetaculares irão acontecer.

E ela precisa logo deixar as rachaduras se tornarem rasgos que irão fazer a caixa se abrir e tudo sair. Que ela não tenha mais medo e nem vergonha de ser a imagem e semelhança do Criador e que faça com excelência o que Ele deu em suas mãos, mas que ela se recusa a segurar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS