Neste vídeo, Marcos Piangers fala sobre o tempo gasto com nossos filhos.

Ele compartilha uma conversa com sua amiga: Uma amiga minha, a Bia, decidiu trabalhar só meio período depois que o filho nasceu. Quer participar de cada momento. “Mas, Bia, assim você não vai ficar rica nunca!”, alertou um amigo. É verdade. A Bia ganha menos dinheiro. Mas eu conversei com ela esses dias e ela estava mais feliz que o Bill Gates.

E daí, a pergunta: quanto tempo diário os pais dedicam aos filhos? Não se trata daquele tempo de ordem prática, de levar à escola, de ir buscar, de atividades cotidianas e habituais. Trata-se do tempo de atenção, de carinho, de compartilhamento, de amor generoso e compreensivo.

Quanto tempo diário para ouvir um filho? Para mergulhar-lhe nos olhos e ouvir os anseios de alma?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS