Por Iandê Albuquerque

Se tem uma coisa que posso te dizer, é que dói pra caralh* tentar desfazer um amor enquanto o outro já tem desfeito. É difícil pra cacete segurar as lágrimas ao ver o outro sorrindo de tudo. Mas não existe sensação melhor quando a gente consegue superar isso.

Cara, ela teve que superar todos os momentos e eu tive que ouvir todos os lamentos que ela tinha pra contar. Você acha mesmo que depois dela superar e conseguir amenizar a dor que você causou, ela voltaria pra você? Você esqueceu, mas posso te lembrar.

Quando ela pediu pra você ligar e você não ligou. Quando ela pediu pra você ficar e você se foi. Quando ela pediu pra você vir e você não veio. Quando ela pediu, por vocês, pra continuar e você desistiu. Ela me falou que essa coisa de dar e não receber, ter o que dizer e não ser ouvida, essa coisa de criar expectativas, acreditar e no final de tudo sempre se decepcionar, cansa.

E confesso, rezei pra que ela se cansasse de você. Pra mim, que sempre estive ouvindo mais do que falando foi fácil, mas pra ela nunca foi. Eu espero que entenda que ela se cansou de você, que ela não quer mais te ver e finalmente entendeu que, por mais que ainda carregue você em algum lugar perdido dentro dela, ela sabe que não merece pouca coisa.

Então, melhor que você agilize seus passos como agilizou quando ela corria atrás de você. Melhor que você siga sua vida como quando você disse que seguiria e a deixou perdida. Melhor não bancar o inocente, o coerente, nem tentar culpá-la. Se tem uma coisa que posso te dizer, é que dói pra caralho tentar desfazer um amor enquanto o outro já tem desfeito.

É difícil pra cacete segurar as lágrimas ao ver o outro sorrindo de tudo. Mas não existe sensação melhor quando a gente consegue superar isso.

Ela sente sua falta sim. Mas nada que não consiga aprender a conviver com isso. Ela ainda pensa em como você a protegia, ainda sente falta da segurança que você passava, das risadas que você conseguia tirar dela e dos sentimentos mais sinceros que sentia ao te ver.

Ela ainda sente falta de quando você tinha tempo pra ela, quando largava do trabalho e enfrentava o trânsito das 18h só pra vê-la um pouco. Ela ainda sente falta de quando você convidava pra sair e de quando você proporcionava os melhores momentos.

Ela sente falta de quando era a sua primeira opção. Às vezes ela questiona sobre amor. Às vezes fica se perguntando se o erro foi dela ou era isso mesmo que ia acontecer. Ela sente falta de ouvir tua voz, de olhar o teu sorriso nascendo e se pondo pra ela.

Ela sente falta das tuas birras, das tuas gírias, da tua memória que sempre falhava e esquecia onde colocou as chaves do carro e do portão. Ela lembra de cada conversa, de cada desentendimento nunca entendido que distanciou vocês dois.

Os abraços, as bobagens e os ciúmes que tomaram proporções maiores e arrancaram de vocês o que já não conseguiam entender.

Cara, ela sente falta de abrir a geladeira e ver que você comeu todo o chocolate da sobremesa mas comprou sorvete pra sexta-feira porque isso significava que você passou por ali e que voltaria logo, logo. Ela sente falta de receber você sem tanta espera, de te ter nos braços sem tanto sacrifício, de sorrir com você sem tanto esforço.

Ela sente falta de ir deitar e ter a certeza de que logo cedo você ligaria. Ela sente falta de se sentir a pessoa mais importante que achava que era pra você, de te dar bom dia. Você pode ser aquele cara que deu a ela o céu, as estrelas e todas as constelações que possa imaginar, mas também deixou um grande vazio.

Esse vazio esteve te esperando retornar, mas ela perdeu as esperanças que você voltasse e talvez se voltasse, não seria a mesma coisa. Nunca é a mesma coisa.
Ela nunca gostou de ficar horas no telefone, mas ficava com você. Ela nunca gostou de dizer pra onde ia, mas te ligava só pra você não ficar preocupado.

Ela sempre reservava o final de semana pra mim e quando ela começou a reservar pra você eu compreendi e desejei toda sorte do mundo porque ela sempre foi uma garota azarenta pra caralho quando se fala de amor, mas nem sei se você foi sorte assim ou coincidência.

Apesar da intuição, ela sempre se envolveu com babacas. Apesar de ter aprendido, ela sempre chorava pelos mesmos motivos. Ela odiava que interrompessem seu sono, mas amava quando você interrompia só pra falar um pouco sobre a saudade.

Ela sempre foi a garota que mais sabia sobre você. Sobre seus bicos, seus vícios e estalos de boca quando te faltava paciência. Ela sempre esteve com você, sempre esteve do seu lado, sempre se importou. Só você que não viu. Ele te amou demais, cara.

Ela lutou pra não te esquecer, pra você não se tornar só mais que passou pela vida dela. Ela lamentava todas as vezes que vocês brigaram sem motivos. Ela ouvia músicas e lembrava de você. Lembrava dos momentos que passou ao teu lado, sorria, chorava.

Ela acordava disposta pra te ver, ou ao menos, falar com você. Ela só conseguia dormir bem ao ver você bem também. Ela se culpava dia e noite, tantas vezes, tantos dias. Ela lamentava por ter te amado tanto e por ter te perdido.

Ela falava sobre todas as vezes que você foi um idiota e mesmo assim, ela te deu chances. Ela contava sobre todas as chances que você não aproveitou. Ela chorou por essas chances que te deu e você nem se interessou. Ela se envolveu com outras pessoas pra te esquecer.

Ela envolveu outras pessoas nesse caso que você deixou pra ela se livrar sozinha. Ela se tornou a decepção de outras pessoas por culpa tua. E onde você estava? Nem eu consigo imaginar o tamanho do amor dela por você, mas hoje ela sabe quem foi que perdeu.

Você agora volta achando que ela tem a obrigação de te receber. Cara, cê esqueceu do que fez? Cê acha que ela vai te responder como se nada tivesse acontecido? Cê acha que ela vai ignorar todas as noites em que perdeu o sono e te agradecer por isso? Você agora não entende do que ela ri porque não sabe do que ela chorou.

Ela ri porque encontrou a graça nisso tudo, porque agora se sente livre de você e muito bem, obrigado. E se eu fosse você não forçaria a barra pra tentar entender porque ela anda sorrindo por aí mesmo depois do que cê fez, porque o sorriso dela já não é mais seu, já não é mais pra você. Cê perdeu.

Ah, se isso for te confortar, ela sente muito e lamenta por tudo. Ela não esqueceu – e nem pretende esquecer – da pessoa incrível que você foi pra ela. Mas ela cansou da pessoa que você se tornou. Vocês não dariam mais certo e ponto final.

Ficar nessa vai e volta o tempo todo desgasta aquele restinho de sentimento que ainda pode existir e que ainda luta pra resistir.

Ela anda cansada. Cansada de colocar você em primeiro lugar na vida dela e ela não ser nem a terceira opção da tua. Cansada de perder noites de sono por quem está dormindo tranquilo. Cansada de tentar criar história onde não existe razões pra acontecer.

¨

Agora, tá tudo bem, tudo certo. Se quer ir mesmo embora, vai logo, some, desaparece. Leve tudo o que tem direito. Do amor a saudade. Do sorriso a lealdade que prometeste. O chapéu que você comprou no Natal do ano passado, as meias que esqueceu.

Das músicas que vocês eternizaram na memória até as trilhas que vocês escolheram pra selar do encontro a trajetória. Dos CD’s esquecidos em teu quarto aos livros deixados na cabeceira da cama dela.

E pelo amor de Deus, não volte, não force. Ela anda tentando fazer a parte dela. Portanto, esqueça dela enquanto ela tenta te esquecer.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Iandê Albuquerque
Sou recifense, 24 anos, apaixonado por cafés, seriados e filmes, mas amo cervejas e novelas se houver um bom motivo pra isso. Além de escrever em meu blog pessoal e por aqui, escrevo também no blog da Isabela Freitas, sou colunista do Superela e lancei o meu primeiro livro em Novembro de 2014 pela Editora Penalux. .

COMENTÁRIOS