Dizem que certo professor universitário levou para a sala de aula alguns objetos com os quais pretendia apresentar aos seus alunos uma experiência que se assemelhava à vida de cada um. Os objetos eram (Pedras grandes, pedras pequenas, areia, água e um pote de vidro com boca grande).
Levou tudo para a sala de aula, colocou o vidro em cima da mesa e escondeu os demais objetos em baixo da mesma.

Quando a aula começou, ele iniciou seu exemplo. Abaixou-se, pegou uma pedra grande e colocou-a no vidro. Em seguida perguntou à classe:
– Cabe mais?
– Sim, responderam os alunos…
Novamente ele se abaixa, pega mais duas pedras grandes, coloca-as no vidro e pergunta novamente:

– Cabe mais?

– Não!!! – responderam os alunos, pois a ponta de uma das pedras já ficava para fora do pote.
Então o professor se abaixa, pega algumas pequenas pedras, a areia e começa a colocar dentro do pote. As pequenas pedras e as areia entram nos intervalos das grandes pedras e vão para o fundo do pote. O professor pergunta novamente:

– Cabe mais?

Os alunos ficaram em silêncio, com os olhos bem abertos aguardando qual seria o próximo movimento do professor.

Então ele se abaixa, pega a água e coloca a põe por cima. A água passa pelos intervalos dos demais objetos e vai para o fundo do pote. O professor com um sorriso diz aos alunos:

– Viram? Coube tudo!!!
A classe continua em silêncio, pensando no que viria depois, quando o professor diz com uma voz de expectativa….
– Alguém pode me dizer que tipo de exemplo que tentei passar para vocês nesta aula?

Um aluno levanta a mão e diz…
– Eu sei professor!!! Você tentou nos mostrar que sempre há tempo para tudo, que mesmo quando achamos que não temos tempo para alguma coisa, se nos esforçarmos conseguiremos achar um tempinho.

– Não, não foi isso que eu quis lhes ensinar, respondeu o professor. O que eu quis lhes mostrar é que na nossa vida, algumas coisas devem ter prioridades. Quando coloquei primeiro as grandes pedras, em seguida as pequenas pedras, depois a areia e por fim a água, estava mostrando que se eu invertesse a ordem e colocasse primeiro a água, depois a areia, quando fosse tentar colocar as pedras grandes, a água iria se derramar. Precisamos entender que algumas bases da nossa vida precisam ter prioridade.

Confira o vídeo e entenda a reflexão:

Não importa quanto a “agenda” da vida de alguém esteja cheia, ele sempre conseguira “espremer” dentro mais coisas!

Cuidado para não inverter a ordem!!!

FONTEIdeiasnocais
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS