Por Bruna Stamato

O melhor da vida não avisa, não manda recado, não marca horário. O melhor da vida ainda não está exposto num outdoor. Se da no silêncio, ou no sussurro… se da no abscôndito olhar cruzado num almoço de família, ou naquela mão ansiosa quando ninguém mais parece estar olhando.

Num suposto ingênuo beijo, mas que arrepia a alma inteira. O melhor da vida está no suposto; No ínfimo; No efêmero.

Não podemos deixar o romantismo ser soterrado por palavras não-ditas, abreviadas, digitadas rapidamente e erroneamente corrigidas no automático. Hoje, estamos conectados com nossos amores, 24Hrs por dia, mas nos esquecemos, que a conexão entre dois corações não se dá por wifi, não há sequer 4G no mundo que dê jeito…essa conexão acontece por um troço chamado contato físico direto, com carinho e toque.

Anda um tanto ultrapassada, é verdade, mas desconheço APP capaz de fazer duas pessoas se apaixonarem verdadeiramente. Whatsapp não tem entonação, respiração, nem vibração. Mensagem de voz não tem olho no olho e vídeo não tem toque, por mais que a sua tela tenha touch.

Não deixe de falar, quando você encontrar seu amor hoje à noite, o quanto é MARAVILHOSO tê-lo ou tê-la contigo.

Não deixe de PEGAR nas mãos; De agarrar, de abraçar forte! Não deixe de dizer EU AMO VOCÊ, com toda a sonoridade de letra por letra, só porque você já disse “Tbm” hoje no chat… TBM não é EU TE AMO, emoji não é um sorriso cativado em meio ao stress cotidiano e coraçãozinho NÃO é declaração de amor. O que recarrega a bateria de um coração apaixonado é a presença do ser amado.

Esteja presente quando estiveres presente. Capisce?!

Diga que a (o) ama para o mundo todo ver! É bom e válido fazer o outro se sentir amado, valorizá-lo, sou super á favor de posts públicos e apaixonados, mas pegue leve no Ctrl C + Ctrl V…mais lindo um poema de Veríssimo é um verso ou uma frase, de autoria própria.

Registre os momentos bons, fotos são um tesouro valiosíssimo. Poste as fotos desses momentos. Não há problema nenhum nisso!! Só não os perca, e deixe de SENTIR, ali, na hora, para conseguir tais fotos. VIVA.

E poste quando der! O mundo sobrevive á alguns ‘overposting’, mas o amor…esse, às vezes não sobrevive á um smartphone “Always Online”. Esteja off, de vez em quando. Recuse a ligação, de vez em quando…deixe a bateria acabar.

Nem todo sentimento dá pra explicar em 140 caracters. Nem todo pôr do sol precisa de um filtro. Algumas vezes, o natural é o efeito mais bonito que podemos ter. Há certos lugares, tão lindos e distantes, que o sinal não pega, e quer saber? Esses são os lugares mais incríveis! Não deixe de conhecer.

Não adianta seguir teu parceiro nas redes e não seguir na vida. Temos que andar lado a lado com quem amamos!

Curta suas fotos, mas curta, mais ainda, o “impostável”. Aquele macarrão que ela (e) fez, sem requinte algum, mas com amor de sobra…A cama arrumada sem luxo, mas com fronhas limpas cheirando alfazema..

Curta a companhia do seu amor na ida ao supermercado, na fila do caixa. Já experimentou dar um abraço bem gostoso numa escada rolante?!

Ninguém vai pra praia todo dia comer camarão, mas só quem já perdeu seu arroz diário com feijão, sabe a importância do simples, da rotina, do zelo.

Só quem já chegou numa casa vazia, sabe a importância de um jantar em família. O que pode ser muito banal e chato pra você hoje, pode vir a te fazer uma falta mortal amanhã. Não espere isso acontecer, para comprovar. Respire fundo e valorize o que você tem, hoje.

Nem todo cálculo precisa de um papel, nem todo sonho precisa de torcida e nem todo projeto precisa da aprovação de terceiros. Às vezes, e na maioria delas, isso tudo só depende do seu próprio aval

As lembranças mais lindas que tenho do meu namorado são impublicáveis! Me lembro, com riqueza de detalhes, dele acordando um dia, na primeira vez que tinha dormido na minha casa…eu quis muito tirar uma foto daquele exato momento, ele estava tão lindo, havia sido uma noite tão fantástica e o dia nos esperava tão alegre, mas…eu não poderia postar algo assim.

E mesmo se postasse, não teria o cheiro daquela manhã, nem o vento quente de verão entrando pela janela, nem as loucas batidas do meu coração acelerado, pois havia acabado, coitado, de se dar conta, que estava apaixonado! Não haveria na foto o brilho daqueles olhos que tanto me cativam, até hoje.

Não haveria o barulho dos passarinhos nos acordando. Mas eu dei um ‘print screen’ daquele momento.

Está armazenado nos arquivos mais importantes, no hipocampo do meu cérebro, marcado com Estrelinha amarela, em um lugar onde hacker nenhum tem acesso! É “incompartilhável”, meus caros…mas é absolutamente curtível pra mim.

O melhor da vida a gente faz off-line.

Viva o IMPOSTÁVEL!

TEXTO DEBruna Stamato
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS