Por: Fabrício Carpinejar

Se você não trai para não perder o que tem, um dia acabará traindo.

Se você não trai pela estabilidade, pelo conforto, pela rotina, pela segurança, pela divisão dos bens, para prevenir o prejuízo, um dia acabará traindo.

Se você não trai pelo contexto favorável, para não cair de padrão, para não sacrificar o patrimônio, um dia acabará traindo.

A fidelidade não pode vir do medo, mas do prazer.

Só a paixão segura duas pessoas juntas, nada mais.

Você não deve trair porque ama alguém como nunca amou na vida. Você não deve trair porque ela toca em sua pele e se sente vivo como nunca se sentiu num banho de mar. Você não deve trair porque fecha os olhos no beijo e lembra que é ainda diferente de todos os beijos dados.

Você não deve trair porque conversar com ela é experimentar a mesma liberdade de seus pensamentos. Você não deve trair porque ela segura a sua mão e o seu coração já caminha.

A fidelidade tem motivos, a infidelidade tem receios.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.