De acordo com estudo publicado no Jama Network, realizado por pesquisadores da Universidade do Tennessee, no sudeste dos Estados Unidos, mães que cultivam amizades regularmente não só se beneficiam, mas também os filhos apresentam melhoras em seu desenvolvimento emocional, intelectual e social.

Laços fortes com amigos e famílias estão ligados com melhor comportamento e saúde física há muito tempo. Mas, agora uma série de estudos, também, indica que crianças com esse tipo de relação podem ser impactadas de forma duradoura.

O Estudo

Foram analisados os dados de 1.082 pares de mães e filhos com 2 anos de idade. A ideia inicial era descobrir como diferentes tipos de estruturas de redes sociais afetavam o desenvolvimento cognitivo em crianças.

Microssistemas sociais

A equipe de estudos descobriu que essa amizade entre mães proporcionaram ganhos que permaneceram com as crianças por toda à vida, eles chamaram essa ação de microssistemas sociais.

“Do ponto de vista da criança, esses laços íntimos formam a base para ligações sólidas, fornecem protótipos para a vida adulta e a base para a interação social”, diz o estudo.

O estudou apontou que esses exemplos de amizades fizeram com que as crianças adquirissem várias habilidade importantes que ajudaram o cérebro no seu desenvolvimento.

“As relações sociais, além da tríade mãe-filho-pai, são particularmente benéficas”, afirma o estudo. Eles também prosperam quando os adultos se relacionam com eles de maneira consistente e cuidadosa. Ou seja, quanto mais adultos se importam com eles, mais eles aprendem.

Amizade materna benefício para as mães

O estudo também apontou que essa amizade entre mães fora do círculo familiar ajudou-as a se sentirem mais apoiadas e fornecerem uma espécie de rede de segurança social, que a longo prazo mostrou ser muito benéfica para as mães.

“Isso pode incluir apoio emocional,  apoio tangível na forma de babá e a transferência de conhecimento em torno de creches de alta qualidade ou outros programas infantis. Esses recursos podem reduzir o estresse parental e melhorar a saúde mental materna, ambos associados positivamente ao desenvolvimento cognitivo infantil”, relata o artigo.

“Nossos resultados capturaram a importância de uma vida social baseada na comunidade”, concluiu a equipe.

Então, que tal remarcar aquele encontro com as amigas?

  • Siga a Revista Bem Mais Mulher no Instagram aqui.
  • Curta a Revista Bem Mais Mulher no Facebook aqui.

Com informações: Revista Crescer

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.