Conforme passa o tempo, fica mais difícil definir um conceito único do que é ser um homem moderno. Se antes, a masculinidade estava atrelada a seguir um papel pré-determinado, hoje, o conceito muda a todo momento.

Para muitos homens é complicado ter que lavar louça, passar a própria roupa e arrumar a cama, sem ouvir um burburinho das esposas ou namoradas.

Mas um estudo que acaba de ser divulgado pela Universidade Umeå, na Suécia, concluíram quee as atividades como as descritas podem ajudar em muito o humor e a saúde dos homens.

O estudo acompanhou a vida de 723 pessoas e ao longo de 26 anos chegou à conclusão que aqueles que não dividiam as atividades domésticas com a parceira, apresentavam maior índice de problemas de saúde.

Muitos homens que foram acompanhados no estudo apresentavam; ansiedade, nervosismo e problemas de concentração eram os transtornos mais comuns apresentados aos, digamos,“preguiçosos”.

Parceria que traz benefícios

No entanto os homens que ajudavam as parceiras nos afazeres domésticos, apresentavam comportamento mais tranquilo e feliz. Além desse comportamento, há o benefício de ter mulheres felizes e satisfeitas ao lado.

Mulheres doentes

Por outro lado o estudo apontou que mulheres que não contavam com a ajuda masculina se tornavam cada vez mais vulneráveis às enfermidades.

Isso acontece por conta das complicações de ter que assumir papeis já definidos por gênero dentro do relacionamento.

A solução para que a vida a dois se saia melhor é conversar e eliminar essas barreiras. Então já sabe: a solução é botar a barriga para ralar na beira da pia!

  • Siga a Revista Bem Mais Mulher no Instagram aqui.
  • Curta a Revista Bem Mais Mulher no Facebook aqui.

Com informações: Exame

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.