“Você é um anjo para cada um de nós, porque sem você minha filha não teria o necessário” era parte da dedicação de Shelby à enfermeira que cuidou de sua filha até o final.

Se há um trabalho digno de reconhecimento, é o de uma enfermeira. Elas não ganham tanto quanto um médico, mas têm um trabalho muito mais árduo, o que requer verdadeira paciência e uma vocação para sobreviver aos milhares de pacientes que devem cuidar todos os dias. É por isso que quando essa mãe, cuja filha de 2 anos foi diagnosticada com câncer, viu como a enfermeira do hospital cuidava da menina que ela não podia deixar de agradecer.

A pequena Sophia acordou doente em 2017 e os seus pais, Jonathan e Shelby Skiles, acharam que era apenas uma alergia. Os médicos também achavam que era algo leve, principalmente porque só mostrava dificuldade para respirar.

Mas, alguns dias depois, Sophia parou de respirar e correu para a sala de emergência. Lá eles descobriram que ela tinha uma massa enorme do tamanho de uma bola de futebol no peito e que era um câncer maligno crescendo rapidamente. Apesar da quimioterapia, a doença era impossível de ser parada naquele momento.

Enquanto ela estava viva, o tratamento reduziu a capacidade de Sophia de andar, conversar e suas habilidades motoras. Shelby nunca saiu do seu lado. 

Enquanto enfermeira trabalhava, Shelby tirou uma foto e depois a compartilhou nas redes sociais, onde escreveu uma longa carta de agradecimento:

Todo dia eu estou sentado no sofá e vejo você, mesmo quando você passa despercebida por nós.

Percebo como seu rosto cai quando ela vê você e chora, de muitas maneiras você tenta acalmar seus medos, vejo como você hesita em picá-la e remover as ataduras. Você diz “quietinha” e “me desculpe” mais vezes durante o dia do que a maioria das pessoas diz “obrigado”.

Eu olho para todas as pulseiras de borracha que você traz em seus braços e estetoscópio para cada uma das crianças que você cuida, cuida e ama.

Você acaricia a careca de Sophia e dá a ela tanto amor quanto você puder. Eu vi você amparar uma mãe que chora quando recebe más notícias. Eu vejo você tentando escrever no computador enquanto você cuida do bebê da mãe que não podia acompanhá-lo.

Você deixa tudo o que está acontecendo em sua vida para atender seus pequenos pacientes, que muitas vezes estão morrendo, mas você vai em cada quarto com um grande sorriso não levando em conta o que acontece, mas tenta sempre transmitir um pouco de alegria . Você vê o nome de Sophia em sua agenda e você a assiste, mas também a visita quando não é o seu plantão.

Liga para o médico e para a farmácia quantas vezes forem necessárias para que minha filha receba imediatamente o que precisa. Você olha para nós, senta e me ouve falar por quanto tempo precisar, mesmo quando o telefone não para de tocar e você tem muitas coisas pendentes para resolver.

Eu vejo você. Não há uma quantidade de presentes ou cartões que possa expressar o quão preciosa você é. Você é um anjo para cada um de nós, porque sem você minha filha não teria o necessário. Mães como eu se sentem ouvidas e confortadas graças a você, muito obrigado! “

Infelizmente, Sophia teve uma recaída em dezembro e sua família decidiu cortar o tratamento. 13 dias depois, ela morreu, mas passou seus últimos dias assistindo filmes, acompanhada por seus parentes e as enfermeiras que cuidavam dela dia e noite.

  • Siga a Revista Bem Mais Mulher no Instagram aqui.
  • Curta a Revista Bem Mais Mulher no Facebook aqui.

Texto originalmente publicado no UPSOCL, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Bem Mais Mulher.

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.