Foto: Reprodução

Por: JCS

Na Nova Zelândia, políticos reduzem seus salários em 20% por COVID-19

A primeira-ministra informa que seu salário também será reduzido por seis meses; conforme ela, esta decisão não impactará nas políticas fiscais do governo

Em tempos de crises econômicas os países estão tentando de adaptar à nova realidade que exige diminuição de despesas em todos os setores. Assim sendo, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinta Ardem, informou na quarta-feira (15), que reduzirá seu salário e de outros membros do governo em 20% pelos próximos seis meses por conta da pandemia.

“Reconhecemos que os neozelandeses que dependem dos salários estão tendo os pagamentos reduzidos e perdendo seus empregos como resultado da pandemia de global de covid-19. Hoje, eu confirmo que eu, os ministros do governo e os chefes do setor público vamos reduzir nossos salários em 20% nos próximos seis meses”, informou a Primeira-ministra em conferência.

O país tinha 1.386 casos e 9 mortes, conforme o monitoramento em tempo real da universidade norte-americana Johns Hopkins. O governo também decretou o confinamento obrigatório e estado de emergência no dia 25 de março, e deve também decidir se essas regras devem continuar ou não.

Conforme Ardern, a decisão no corte de salário dos políticos não impactará as políticas fiscais do governo e foi tomada para dar exemplo e “mostrar a liderança do gabinete”.

Com informações: Exame

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.