Proposta pelo senador Chris Murphy, a lei ofereceria um crédito de previdência social às pessoas que deixam suas atividades remuneradas para cuidar de crianças, idosos ou pessoas doentes na família.

A ideia visa diminuir as perdas em termos de contribuição sofridas por pessoas que deixam seus trabalhos para cuidar de um ente querido com necessidades especiais.

Um dos aspectos importantes para se entender a proposta de lei é que, diferentemente do Brasil, não há licença-maternidade paga nos Estados Unidos. As mulheres até podem se ausentar do trabalho por 12 semanas, mas não recebem nada por isso, o que pode dificultar ainda mais o orçamento familiar na chegada da aposentadoria, além de aumentar a diferença salarial entre homens e mulheres.

A ideia é ótima, mas precisa ser feita com cautela.
Enfim, é um projeto que levará certo tempo para ser decidido nos EUA e provavelmente a ideia nunca chegue aqui, mas de qualquer forma, em alguns casos precisamos reconhecer que é importante. Imagine a situação de uma mãe com um único filho, se o filho precisar sair do trabalho ou não haver uma renda para deixar alguém cuidando do pai, essa ajuda seria bem vinda.

Fonte:Hypeness

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS