Os primeiros vestidos de proteção para o pessoal da saúde que a Zara fabricou em suas oficinas já chegaram à Espanha. Especificamente, é o primeiro jogo destinado ao Complexo Hospitalar da Universidade da Corunha (CHUAC) , embora haja mais remessas nas próximas semanas. As vestes têm o logotipo da Zara no rótulo.

Assim que o estado de alarme foi decretado pela pandemia de coronavírus, a Inditex, gigante têxtil proprietária da Zara e fundada por Amancio Ortega, anunciou que começaria a fabricar roupas em suas fábricas. Também está desenvolvendo máscaras e materiais necessários para atender às necessidades dos hospitais na luta contra o COVID 19.

O grupo também disponibilizou sua rede de logística ao governo para cobrir as necessidades que surgem e faz remessas todas as semanas. Eles já trouxeram para a Espanha mais de 35 milhões de unidades de proteção.

“Estamos explorando a capacidade de converter parte de nossa capacidade de fabricação têxtil em produção de material sanitário, para os quais a equipe de produção da Inditex esteve envolvida. Nesse sentido, foi identificada a possibilidade de fabricar vestidos de proteção na Espanha para isso foi necessário realizar uma série de ajustes sanitários e confirmar a disponibilidade de matéria-prima “, afirmou o grupo no início da crise sanitária.

INFORMAÇÕES: EL MUNDO

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.