Por: Alexandre Cardoso

A ação é destaque nos noticiários por estar alimentando e salvando vidas de bebês prematuros.

A iniciativa vem do estado de Goiás, que através de dados constatou que só 5% das mães que amamentavam e eram possíveis doadoras conseguiam comparecer ao Banco de Leite Humano do Hospital Materno Infantil.

A maioria não conseguia sair de casa ou porque morava muito longe ou por causa da necessidade de cuidar do seu bebê.

O projeto já existia porém se intensificou esse ano, uma vez por semana as enfermeiras passam recolhendo as doações de casa em casa das doadoras.

Para Juliana uma das doadoras é um gesto de amor, e diz que, “de forma alguma faz falta para o meu bebê, aliás quanto mais tiro o leite parece que mais tem!”

Em Anápolis cidade a 50 Km da Capital Goiânia, já são recolhidos 75 litros de leite materno por mês. Na capital Goiânia até o Corpo Bombeiros está ajudando nessa ação para salvar vidas.

Na capital só esse ano de 2017 já foram coletados quase 1.300 litros.

Esse leite é muito importante principalmente para bebês prematuros que possuem dificuldades para sugar o peito.

Uma bela iniciativa, que conta com um gesto de solidariedade dessas mães, e que prova que com um pouco de ação dos orgãos competentes é possível salvar vidas!

Veja video da materia:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS