A vida cotidiana é cercada de dificuldades, pequenos e grandes obstáculos, que devemos aprender a lidar ou superar, graças à resiliência. Nenhum de nós vem a este mundo com um manual da existência perfeita, que nos daria diretrizes para cada problema, para cada crise e cada dificuldade.

Nós chegamos a este mundo como se caíssemos de uma estranha chaminé chamada destino, sorte ou providência, onde nos é oferecida uma família mais ou menos boa, uma sociedade mais ou menos democrática para crescer com certas normas e valores e um círculo social, que estamos nos desenvolvendo enquanto crescemos.

Temos a vontade de escolher um aparente senso de liberdade. Mas nem sempre conseguimos ser felizes. Nem sempre conseguimos superar essa adversidade cotidiana que nos traz vida de vez em quando.

À medida que crescemos como pessoas, sempre vale a pena aprender com todas as tendências que nos chegam, e isso pode nos oferecer mecanismos de melhoria. E a resiliência é uma delas, não é nada menos do que a capacidade de enfrentar problemas e adaptar o melhor possível a esses solavancos, a essas curvas sob a forma de perdas, falhas, decepções, traumas e até situações estressantes.

Devemos ser claros, ser resiliente não significa, nem sentir desconforto, dor emocional ou dificuldade em adversidades. A resiliência é a capacidade de tomar dor, aceitar e aprender com isso, sabendo como gerenciar nossas emoções e nossas respostas, para lidar com ela da melhor maneira possível.

Não é fácil, sabemos, aprender a ser resiliente é um longo processo que requer tempo e muito autoconhecimento. Mas uma vez dominado e compreendido, nos sentiremos mais capazes e mais protegidos. Vejamos, portanto, os pontos fortes da teoria da resiliência:

1. Capacidade introspectiva

Compreender a nós mesmos, saber como nos ouvir, falar com nossa própria voz interior conectando-se com esse novelo nervoso de sentimentos e emoções… é básico. Mas é obrigatório parar e simplesmente atender a esse rumor interior que o molda como uma pessoa vulnerável e também forte, capaz.

2. Motivação essencial

A adversidade pode abraçá-lo em seu manto frio e terrível. Ela vai querer tirar seu fôlego e mergulhá-lo em um canto solitário. Há muitas outras coisas além da dor, perda ou frustração.

Seu projeto, sua necessidade de seguir em frente, para animá-se novamente para a vida e para os seus. Todos devemos ter um plano existencial, um objetivo no horizonte pelo qual continuar sorrindo todas as manhãs.

3. Auto-regulação emocional

Tudo bem que você sinta raiva, sofrimento, desconsolo, tristeza.É essencial chorar desabafar. Mas uma vez que passamos por esta etapa, cabe a nós levantarmos a cabeça e regular essas emoções, racionalizando-as primeiro para a aceitação e depois as superando.

O sofrimento é necessário, mas depois a aceitação virá e mais tarde as estratégias para assumir uma nova aprendizagem, implantando um meio para saltar esse obstáculo.

Conheça suas emoções, aceite-as como guias para um processo ótimo e de cura que irá fortalecê-lo. Saber como nos sentimos em cada momento é o primeiro passo para se conhecer profundamente.

4. Atitude positiva e autoconfiança

Não é apenas um rótulo. Não é essa frase que vende tanto e que tantas vezes está nos murais de suas redes sociais: Manter uma atitude positiva antes da vida é uma necessidade. Sabemos que às vezes não é fácil, que a escuridão nos sobrecarrega sem que ninguém o espere, sem que ninguém esteja preparado antes disso e que seja impossível mostrar um sorriso em tais circunstâncias.

Mas certifique-se de que não há nascer do sol que não possa vencer a noite, e o que hoje parece tão escuro, gradualmente perderá essa intensidade se você se encarar com força e otimismo. E acima de tudo, com confiança em si mesmo.

Todos nós temos os recursos para lidar com a adversidade. Procure-se, esforce-se, ame-se e convença-se de que merece ser feliz e que você vai conseguir. Aqui está a chave para a resiliência.

E você, é uma pessoa resiliente?

Traduzido e adaptado pela equipe da Revista Bem Mais Mulher

TEXTO DEValeria Sabater
FONTELamenteesmaravillosa.com
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher

Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS