Mesmo com tantas opções em cartaz na Netflix, é fácil ficar com a sensação de que você já viu tudo, não é mesmo? Mas a verdade é que sempre tem aquele filme que você passou o olho e não deu atenção, e que na verdade valia muito a pena.

10 achados que vão te surpreender, gostou? deixe a sua dica nos comentários.

Elisa y Marcela – direção Isabel Coixet (2019)

Elisa Sánchez Loriga adota uma identidade masculina para poder se casar com a mulher que ama, Marcela Gracia Ibeas, na Espanha de 1901. Baseado numa história real.

Brooklyn – direção: John Crowley (2015)

A vida de uma jovem imigrante irlandesa muda quando ela visita a Nova York dos anos 50. Chamada de volta para casa, a moça fica dividida entre dois mundos.

Um limite entre nós | Fences – direção: Denzel Washington (2016)

Ele já foi um jogador de beisebol promissor, mas teve sua grande chance na vida negada por questões raciais. Agora, adapta-se à vida na Pittsburgh dos anos 50.

Nossas noites | Our souls at night – direção: Ritesh Batra, 2017

Depois que os viúvos Addie e Louis concordam em dormir na mesma cama para espantar a solidão, surgem outros sentimentos.

A livraria | The Bookshop – direção: Isabel Coixet (2017)

Inglaterra, 1959. Uma viúva decide abrir a primeira livraria da cidadezinha conservadora onde vive, apesar da oposição dos habitantes locais.

O mestre dos gênios | Genius – Direção: Michael Grandage (2016)

O editor nova-iorquino Maxwell Perkins aceita o impulsivo escritor Thomas Wolfe como seu pupilo e o guia rumo ao sucesso no voraz mercado literário.

Carol – direção: Todd Haynes (2015)

Uma mulher rica casada e uma balconista embarcam em um verdadeiro carrossel de emoções ao se envolverem em um romance proibido em plena década de 1950.

Gabo: A Criação de Gabriel García Márquez | Gabo: the Creation of Gabriel García – direção: Justin Webster (2015)

Amigos, colegas e admiradores de Gabriel Garcia Márquez contam histórias da influente vida literária, política e pessoal do escritor vencedor do prêmio Nobel.

Grandes Olhos | Big Eyes – direção: Tim Burton (2014)

Este filme biográfico conta a história da pintora norte-americana Margaret Keane, famosa por suas obras de arte pop que retratam crianças com olhos grandes e tristes.

Blue Jay – direção: Alex Lehmann (2016)

Dois ex-namorados da época do colégio se reencontram e conversam sobre a paixão e um arrependimento que viveram.

Via:Revista Prosa e Arte

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.