_DON6610.nef

Por Octávio Caruso

A Noite Que Minha Mãe Matou Meu Pai (La noche que mi madre mató a mi padre – 2016)

Quando um casal tenta obter um grande ator para estrelar e financiar seu filme, que vem à mente a ideia de convidá-lo a sua casa para jantar, mas nada sai como esperado e sem avisar o ex-marido da anfitriã da noite é apresentado com seu novo parceiro. Ótima comédia espanhola dirigida pela Inés París.

Árvores Vermelhas (Red Trees – 2018)

Marina Willer conta a história de seu pai e do pai dele, judeus que sobreviveram à ocupação nazista em Praga e fugiram para o Brasil. Documentário com uma pegada muito diferente da habitual sobre o tema.

Amantes Eternos (Only Lovers Left Alive – 2013)

Aqueles zumbis que poluem o mundo exterior à luz do dia continuam apegados a crenças religiosas que os colocam em guerra, fazendo-os odiarem outrem por motivos tolos, poluindo também o próprio organismo, infectando o sangue com estilos de vida desregrados.

Esse elemento precioso degustado pelo casal noturno que parece nunca pentear os cabelos, como se brindassem à triste e irremediável extinção desses terráqueos incompetentes, zumbis imediatistas que sequer valorizam os esforços daqueles que ousaram confrontar o conformismo.

As “pessoas da sala de jantar”, como dizia a música dos Mutantes, que se preocupam apenas com a aparência/imagem, sendo analisados por um casal de amantes, “Adão e Eva”, que testemunharam várias páginas da História humana, atravessando séculos e culturas diferentes, surpresos com a constatação do quanto nós involuímos.

O Selvagem da Motocicleta (Rumble Fish – 1983)

Em uma pequena cidade industrial que está morrendo, o líder de uma pequena gangue, Rusty James (Matt Dillon), vive na sombra de seu ausente irmão mais velho, “O Motoqueiro” (Mickey Rourke). A mãe dele partiu, o pai dele bebe, escola não tem nenhum significado para ele e suas relações são superficiais. Rusty é levado em participar de mais uma briga de gangues e os eventos que se seguem começam a mudar sua vida. Pérola dirigida por Francis Ford Coppola.

A Partida Final (End Game – 2018)

O emocionante documentário dirigido por Rob Epstein e Jeffrey Friedman acompanha o trabalho humanitário daqueles profissionais da saúde que ajudam pacientes terminais a lidar com a morte. Forte e necessário!

Fonte:Devo Tudo ao Cinema

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.