Por: Psicólogo Paulo Cesar

Muita gente exagera na preocupação com a alimentação, com o Ph da água, em não ingerir lactose, que tudo seja sem glúten, sem açúcar…etc. O que preocupa é que essas pessoas se esquecem de se preocupar com as emoções.

Recebi uma interessante mensagem sobre esse tema, e quero compartilhá-la com vocês…

“O Dr. Juan Hitzig é um médico argentino especializado em Psicobiologia do Estresse e Envelhecimento; ele estudou as características de alguns longevos saudáveis e concluiu que, além das características biológicas, o denominador comum entre todos eles está em suas CONDUTAS E ATITUDES”. Veja a seguir, como isso funciona.

Cada pensamento gera uma emoção e cada emoção mobiliza um circuito hormonal que terá impacto nos trilhões de células que formam um organismo. Detalhadamente, ele explica:

  • As condutas “S” (serenidade, silêncio, sabedoria, sabor, sexo, sono, sorriso) promovem secreção de SEROTONINA.
  • As condutas “R” (ressentimento, raiva, rancor, repressão, resistências) facilitam a secreção de CORTISOL, um hormônio “CORROSIVO” para as células, que acelera o envelhecimento.
  • As Condutas “S” geram atitudes “A”* – ânimo, amor, apreço, amizade, aproximação.
  • As Condutas “R” pelo contrário geram atitudes “D” – depressão, desanimo, desespero, desolação.

Aprendendo esse alfabeto emocional, conseguiremos viver mais tempo e melhor, porque o um corpo-mente com muito cortisol e pouca serotonina deteriora a saúde, oportuniza as doenças e acelera o envelhecimento. O bom humor, pelo contrário, é a chave para a longevidade saudável.

TENHA UMA EXCELENTE VIDA !!!! PLENA DE SEROTONINA !!!
 
E a amizade certamente aumenta essa produção…”

Mensagem interessante, não? Espero que você se anime a cuidar mais de seu “corpomente”.

Fonte: Blog do Psicologo

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.