Uma aluna brasileira, de 19 anos, criou uma impressora barata capaz de reproduzir textos em Braille.

Bruna da Silva Cruz é estudante de engenharia e apresentou a novidade no Prêmio Jovem Cientista 2019.

O Fast Braille parece uma impressora comum e permite que o usuário digite e envie um texto pelo computador ou pelo celular, ou até dite as palavras, para que o conteúdo seja impresso automaticamente com relevo no papel, transformando o conteúdo em Braille, para que cegos possam ler.

A máquina imprime também pelo celular.

Basta o usuário selecionar o arquivo que ele quer imprimir e clica em enviar.

“Para reconhecimento de voz, a pessoa precisa pressionar um botão e ditar o comando, que é, então, transcrito e enviado para a impressora”, disse Bruna ao UOL.

Barata

Para produzir a impressora em Braille, Bruna gastou R$ 1 mil.

Em larga escala, segundo ela, o valor do produto totalmente finalizado não deve passar dos R$ 3 mil.

De acordo com Eliana Cunha, coordenadora da área de educação inclusiva da Fundação Dorina Nowill para Cegos, isso é equivalente a um terço do valor normalmente encontrado no mercado.

Leia a história na íntegra clicando Aqui Só Noticia Boa

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.