Leandro Karnal (São Leopoldo, 1º de fevereiro de 1963) é um historiador brasileiro, atualmente professor da UNICAMP na área de História da América. Foi também curador de diversas exposições, como A Escrita da Memória, em São Paulo, tendo colaborado ainda na elaboração curatorial de museus, como o Museu da Língua Portuguesa em São Paulo.

Graduado em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos e doutor pela Universidade de São Paulo, Karnal tem publicações sobre o ensino de História, bem como sobre História da América e História das Religiões.

Na piramide das hierarquias quem oprime também é oprimido, quem humilha é humilhado e assim se perpetua uma cascata de opressão, do mais poderoso ao mais subserviente, são todos pequenos tiranos.

Assista ao vídeo:

"AQUELE QUE MAIS LAMBE A BOTA DO PATRÃO É O MAIS AGRESSIVO COM…

LEANDRO KARNAL SOBRE A TIRANIA: "AQUELE QUE MAIS LAMBE A BOTA DO PATRÃO É O MAIS AGRESSIVO COM A FAXINEIRA"O Historiador Leandro Karnal fala sobre Tirania, de acordo com o "Discurso Sobre a Servidão Voluntária", de Étienne de La Boétie[1] (um dos primeiros pensadores a escrever sobre Anarquia).No trecho, Karnal fala sobre a política do pão e circo e usa como exemplo para a reprodução da tirania um pedaço do musical The Wall, da banda Pink Floyd, onde o professor censura a liberdade de pensamento dos alunos[2]. Também explicita como a verticalização do poder (fortemente presente no atual modelo político) é utilizada para a manutenção da tirania.[1]http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/boetie.pdf[2]https://www.youtube.com/watch?v=hx_01jpTfD4

Posted by Mariachi on Friday, November 4, 2016

Fonte:Provocações Filosóficas

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.