Conviver com pessoas que “só dão problema”, no geral, é algo que buscamos evitar sempre que possível, mas quando essas pessoas são parte da família e, portanto, estamos ligados a elas por laços bastante difíceis de romper, decidir se devemos ou não nos afastar delas costuma algo profundamente doloroso.

No vídeo a seguir, Monja Coen coloca essa dificuldade em debate sob o prisma da alteridade. Devemos buscar suportar todo o sofrimento a que certas pessoas nos submetem pelo fato de serem familiares? Devemos desconsiderar os laços que nos vinculam e, simplesmente, nos desapegar das pessoas que nos fazem mal? O que o Budismo nos ensina a respeito desse dilema?

Confira:

Via:Revista Pazes

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.