Sinatra é um lindo cão da raça husky siberiano, ele desapareceu da casa dos seus donos em Nova Iorque em março de 2017.

O que mais impressiona nessa história é que Sinatra foi encontrado na cidade de Tampa na florida após 18 meses desaparecido e a 1.800 km de distância.

O cão foi encontrado por Rose Verill, de 13 anos de acordo com o jornal The Independent, a jovem recolheu Sinatra em sua casa depois de vê-lo abandonado na estrada. Com ajuda dos pais, a menina tentou localizar a família de Sinatra através de um chip de identificação implantado na pele.

Foram achados os dados porém o número disponível estava com um dígito a menos e a tarefa de achar os donos era complicada. Foi então que entrou em cena Jeanne Baldi, amiga da família que se juntou na missão de encontrar os donos de Sinatra.

Foi então que através do Facebook, chegaram a Lesmore Willis, o dono do cão, porém o mais difícil foi acreditar que o animal viesse de tão longe.

A família Willis, confirmou que realmente se tratava de Sinatra, após enviar as  fotos que tinham tirado do cão antes de perde-lo para outra família em Tampa, após constatarem um problema que Sinatra tinha em uma das patas, a história teve o final feliz.

Episódio triste

Porém o regresso de Sinatra, teve um momento triste, pois o husky não pode rever sua dona Zion, de 14 anos, que foi vítima de um acidente doméstico com armas de fogo meses após Sinatra desaparecer. “Sinatra foi o seu presente de aniversário. Este cão era dela e a ligação deles era muito forte.”

Veja o momento registrado pela ABC, do reencontro de Sinatra com a família Lesmore Willis:

Informações: Observador

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.