Por Rinaldo de Oliveira

A reação de uma idosa, que se consultou com um médico negro pela primeira vez, está viralizando nas redes sociais e fez provocar uma indagação: com quantos médicos negros você já se consultou no Brasil?

Na semana passada, dona Eunice, de 74 anos, foi ao hospital público Ana Moreira em Conceição de Macabú, interior do estado do Rio de Janeiro, para fazer uma consulta. Para surpresa dela, lá estava Fred William Nicácio, de 31 anos, que está no 6º ano de medicina pela UNIG e é médico interno no hospital no Hospital São José do Havaí, em Itaperuna.

“Ela já havia visto dois médicos negros em sua vida, mas foi a primeira vez que foi consultada por um. Eu tive o prazer e a honra de ser esse médico que representa a vitória e ascensão do povo negro aos altos cargos, que antes eram vistos apenas por pessoas brancas”, disse Fred William em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Além da alegria de conhecer o médico negro, Eunice também saiu feliz do consultório sabendo que está bem de saúde.

“Dona Eunice está ótima, é superativa. Uma mulher participativa na comunidade dela, que é respeitada e querida”, contou Fred.

Viralizou

Quando viu a reação da senhora, Fred, que é bolsista social pela própria faculdade, tirou uma foto com ela, postou nas redes sociais e a história viralizou.

“Essa é a Dona Eunice, e no auge dos seus 74 anos, foi a primeira vez que foi consultada por um médico negro. Obrigado por me dar essa honra, Dona Eunice”, escreveu ele no Facebook.

Mais de 18 mil pessoas curtiram e 9,3 mil compartilharam o post até agora. E os comentários não param:

“Nao sei o que é mais lindo: a declaração, a foto ou o médico”, disse uma seguidora.

“Que médico hein!!! Mas, digo não apenas por sua beleza e sim por Toda sua sensibilidade e principalmente pelo empenho. Deveriam ter mais negros formados, mais médicos, mais tudo… mais igualdade. Você é um exemplo!!!”, escreveu outra seguidora.

Médico e modelo

Fred vem de família humilde de Campos, no estado do Rio de Janeiro. Pai e mãe são servidores públicos.

Ele conta que aos 15 anos começou a fazer trabalhos como modelo fotográfico.

“No começo [foi] como hobbie, depois uma tentativa de me profissionalizar mas não fluiu. Preferi estudar para garantir uma renda estável. Hoje faço trabalhos como modelo em parceiras por causa do alcance do meu Instagram”.

Com 1,80 metro de altura, 97 kg e 1.800 fotos, Fred William Nicacio tem mais de 24 mil seguidores no Instagram.

Focado e determinado, ele pretende ser cirurgião plástico.

“Sou médico interno no Hospital São José do Havaí. Residente do ano que vem, se Deus quiser. Residência de cirurgia plástica”, revela.

E ele comemora e agradece por ter chegado onde chegou.

“Me sinto honrado e lisonjeado em ser representante do meu povo, da minha gente. Porque lugar de negro e negra é aonde eles quiserem estar! Representatividade importa muito sim!”, concluiu.

A pesquisa Demografia Médica no Brasil 2018, da Faculdade de Medicina da USP mostra que apenas 1,8% dos médicos recém-formados no Brasil se declararam negros e 16,2% pardos.

Essa é a Dona Eunice, e no auge dos seus 74 anos, foi a primeira vez que foi consultada por um médico negro….

Posted by Fred William on Thursday, August 23, 2018

Fonte: Só Noticia Boa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS