slime é uma massa de modelar que vem dominando a internet com receitas e texturas diferentes que agradam crianças e adultos. A palavra significa viscoso ou pegajoso.

Entretanto uma  mistura pode comprometer a saúde das crianças: Slime com Bórax.

Bórax

O bórax também conhecido como borato de sódio, o bórax é um mineral derivado da mistura de um tipo de sal com ácido bórico.

Ele é um dos ingredientes mais usados na confecção do Slime, por ser um ácido ele pode causar inchaço, vermelhidão e queimaduras em contato com a pele.

Outro grande perigo é se a mistura for ingerida ou inalada em grandes quantidades, o bórax pode provocar ainda dor abdominal, náuseas, vômito e até hemorragia no sistema digestivo.

A toxicidade do bórax no slime pode aumentar se o produto for combinado com outras substâncias químicas, como as presentes em corantes, amaciantes e cremes de barbear – ingredientes que também são usados em algumas receitas de slime.

Água boricada

Uma das soluções para alternativas que podem ser usadas no lugar do bórax para dar consistência gelatinosa a massa, é a água boricada, ela também contém ácido bórico, porém em baixa concentração e considerada a opção mais segura pelos pediatras.

“Quando a brincadeira é com um slime feito em casa a gente tem que ter ainda mais precaução”, alerta Werther Brunow de Carvalho, coordenador de pediatra do Hospital Santa Catarina. “Quando a criança vai fazendo a mistura, pode acabar colocando uma quantidade de ácido bórico muito maior do que a encontrada em produtos industrializados.” finalizou Carvalho

Mas como brincar de Slime com segurança?

Segundo os pediatras Ana Escobar e Werther Brunow de Carvalho, existem alguns cuidados que podem ser observados para que a crianças e adultos possam manusear o slime com segurança:

    • Slimes vendidos prontos em lojas de brinquedos, e mais seguro e já vem pronto para ser manuseado,
    • Sempre usar produtos que não contenham o bórax na sua composição
    • Caso opte pelo slime caseiro, é sempre bom ter um adulto responsável para ajudar a confeccionar o brinquedo.
    • Sempre utilizar avental e luva na hora do manuseio
    • Faça a mistura sempre em locais abertos e bem arejados.
    • Evite misturar amaciantes ou espuma de barbear, esses produtos podem reagir ao ácido bórico.
    • Limite o tempo de contato da criança com o slime a até 30 minutos por período.
    • Lave as mãos das crianças com bastante água corrente depois da brincadeira.

Com informações: G1

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.