Maria Clara Leal aprendeu inglês sozinha, aos 21 anos ela passou em cinco mestrados fora do Brasil.Formada em análise e desenvolvimento de sistema no Instituto Federal do Piauí em Floriano, no Sul do Estado, agora se prepara para viver a experiência acadêmica fora do país.

Intercâmbios

Maria Clara, mesmo antes da conclusão do curso participava de intercâmbios nos Estados Unidos, Colômbia e Austrália e, ao retornar para o Brasil, criou um clube de inglês para incentivar o aprendizado do idioma no campus.

“A gente não desenvolve tanto o inglês dentro de sala de aula, se a gente não for fazer um curso fora o nosso conhecimento fica muito curto, então é preciso ir atrás mesmo que sozinho mesmo se você quiser desenvolver alguma coisa na língua”, disse.

Denise Leal, a mãe da estudante revela que a filha sempre foi uma aluna dedicada e sempre quis morar no exterior. “O inglês ela aprendeu muito através de filmes e de músicas. Ela sempre dizia que iria morar fora do país”, contou.

“Eu achava impossível, mas a educação que ela teve contribuiu para formar ela com a personalidade que ela tem, de acreditar que os sonhos são possíveis”, completou.

Inspirar Outros

O diretor do IFPI, diz que a história de Maria Clara serve de inspiração para outros alunos buscarem aprender outros idiomas e tentarem oportunidades acadêmicas fora do país.

“O legado que ela deixa é muito importante para que os outros alunos vejam nisso um rumo para seguir o mesmo caminho”, ressaltou Odimógenes Soares Lopes.

Com Informações: G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.