Nesta sexta-feira(30), Fiuk começou desabafar com Gilberto e Juliette sobre uma situação muito delicada do passado que lhe afeta até hoje, com muita sinceridade abriu o coração.

Fiuk contou que sofreu ataques de seus colegas de escola na infância, chegando até a apanhar durante certo período. Para tentar fugir da situação mudou inúmeras vezes de instituição de ensino.

“Eu sempre sofri muito bullying, não sei o porquê. Eu estudei em dez escolas, Gil. Então, eu sempre fui muito quietinho. Não gostavam de ser meus amigos. As meninas sempre me defendiam porque eu sempre apanhava dos meninos. Sempre me acolheram”, lembrou ele.

“O que me salvou foi isso, sempre as meninas, de verdade. Toda escola que eu estudava eu só era esculachado. Os meninos não queriam ser meus amigos. Teve uma época que eu tinha bronquite asmática, eu tinha que levar o inalador para escola, era um terror. Me davam tapas na cabeça, eu ficava com falta de ar e todo mundo ria. Era bem difícil”.

RECOMENDAMOS






Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.