“Estamos garantindo a prosperidade de nosso país”, diz ministra.

A partir de 2021, todas as universidades e centros de pesquisas na Alemanha terão mais dinheiro para investir no ensino superior e em pesquisas científicas. A ministra alemã da Educação, Anja Karliczek, anunciou nesta sexta-feira que serão investidos 160 bilhões de euros entre 2021 e 2030.

Serão em média 2 bilhões de euros investidos a mais por ano, se comparados a 2019. “Com isso estaremos garantindo a prosperidade de nosso país no longo prazo”, afirmou Karliczek em Berlim.

Segundo a ministra o valor se divide em 41,5 bilhões de euros, tendo como uma das principais melhorias, contratos de trabalho por prazo indeterminado para os professores. Outros 120 bilhões de euros para centros de pesquisa não universitários, como o Instituto Max Planck e a Associação Fraunhofer.

Eva Quante Brandt, coordenadora dos debates, se declarou muito satisfeita com o resultado e afirmou que os recursos vão permitir aos estados manter a oferta de vagas e melhorar em muito a qualidade do ensino superior.

Peter André Alt, presidente da associação de reitores, diz que sentiu-se aliviado com o acordo e disse que todos os envolvidos no processo assumiram a sua responsabilidades.

Com informações:Uol

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.