SEOUL, SOUTH KOREA - APRIL 15: Robert Downey Jr. attends the 'Avengers: Endgame' Asia Press Conference on April 15, 2019 in Seoul, South Korea. The film will open on April 24, in South Korea. (Photo by Han Myung-Gu/WireImage)

Fale sobre a vida imitando a arte. Se você é fã de Marvel e Homem de Ferro, você sabe que o personagem de Robert Downey Jr., Tony Stark, é um gênio que está decidido a usar a tecnologia para salvar o mundo .

Bem, Downey subiu ao palco na última terça-feira (4) para a conferência de inteligência artificial Re: MARS, promovido pela Amazon, para anunciar seu plano da vida real para fazer exatamente isso!

O ator postou alguns clipes e fotos da conferência de Las Vegas em seu perfil no Instagram, escrevendo: “Que noite!”.

O novo empreendimento da Downey, chamado de Footprint Coalition, será lançado em abril de 2020.

“Entre a robótica e a nanotecnologia, poderíamos limpar o planeta de forma significativa, se não totalmente, em 10 anos”, disse Downey, de acordo com muitos novos pontos de atendimento, incluindo a Forbes e a Variety.

É um objetivo grandioso, mas que tem fãs celebrando o personagem de Downey – tanto na tela quanto fora dele. “Robert Downey Jr. É Tony Stark e você não pode mudar minha opinião”, um fã postou online.

Durante seu discurso, Downey afirmou que sente uma “silenciosa sensação de crise” em relação à Terra.

O site da Footprint Coalition já está disponível para que interessados e possíveis apoiadores se inscrevam e saibam mais à respeito.

“Obrigado pelo seu interesse na Footprint Coalition (Coalizão da Pegada, em tradução livre) e por se importar com a Mãe Terra. Inscreva-se para receber nossa newsletter e você será o primeiro a saber sobre nossos próximos passos nesta jornada ambiental”, diz o site.

O anúncio de terça-feira vem na esteira de um relatório do Centro Nacional de Descobertas para a Restauração do Clima, órgão ligado ao governo da Austrália, que divulgou um preocupante estudo sobre as mudanças climáticas.

O estudo afirma que se o aumento desenfreado da poluição do ar e das águas não diminuir até o meio deste século, os anos seguintes à ele resultarão em “graves e irreversíveis consequências, com impacto na população humana e sobretudo, nas espécies animais”. O relatório também aponta para “extinções em massa, ruptura da ordem econômica e caos social”. Preocupante, não?

Texto originalmente publicado no ABC News, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Bem Mais Mulher

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.