Parece piada, mas a história é bem verídica. O americano John Ripple, após ser preso, ao ser indagado do porque teria cometido o roubo, disse: ‘Eu preferia estar na cadeia do que em casa’.

John, que mora no Kansas, roubou um banco para se afastar de sua esposa, mas recebeu uma pena inesperado do Juiz.

Para sua decepção ele foi condenado a seis meses de prisão domiciliar, com punição devido à sua saúde mental.

Lawrence John Ripple, de 70 anos, entrou no Bank of Labor, no centro da polícia, em Kansas City, e fez o assalto. Mas, antes do roubo, ele escreveu um bilhete para sua esposa e deixou em casa, onde dizia: “Prefiro estar na cadeia do que em casa”.

Depois que o caixa lhe entregou quase 3.000 dólares em dinheiro, o Sr. Ripple esperou a polícia chegar, sentando no lado de fora do banco.

A motivação do crime foi uma surpresa até mesmo para a polícia.

Leia Também:Amizade é mais que Amor-Por Flávio Gikovate

Antes do assalto, ele viveu uma vida normal e respeitadora da lei como marido e padrasto de quatro filhos. Seu defensor público chamou o assalto de um “pedido de ajuda”.

No julgamento de sentença, Ripple disse que havia procurado ajuda médica para sua saúde mental e disse que “sentia-se como um velho”.

No dia do assalto, ele mais a esposa teriam brigado por causa de uma máquina de lavar, que ele não havia consertado. Isso irritou a mulher, que começou a brigar, deixando-o furioso.

Resultado: o homem não queria mais ficar com sua esposa e resolveu cometer o crime para se livrar dela.

O policial Kelli Bailiff, do departamento de polícia local, disse que nunca havia presenciado um caso parecido em 33 anos de trabalho.

Fonte: Minilua

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.