A história de Gemma Nuttall tocou o coração de Leonardo DiCaprio e Kate Winslet. Aos 29 anos, quando estava grávida, ela foi diagnosticada com um agressivo câncer de ovário e, para salvar o bebê, recusou a quimioterapia.

Com isso, ela passou a assumir todas as consequências da decisão. Sabia que poderia até morrer, mas se sentia em dívida com a criatura que carregava no seu ventre, pois, segundo o que ela explicou, foi graças à gravidez que ela ficou sabendo que estava doente.

“Ela salvou a minha vida, ela foi a razão pela qual eu descobri o câncer. Senti que eu precisa lhe retribuir o favor”.

O tempo passou e, com 26 semanas de gestação, Gemma deu à luz a pequena Penélope, uma linda menina, que foi muito abraçada e beijada. Naquele momento ela decidiu se submeter ao tratamento quimioterápico em busca de uma cura para a sua complicada doença.

Mas as coisas pioraram. Depois do parto, os médicos descobriram que o câncer tinha atingido o colo do útero e lhe deram entre seis e nove meses de vida.

Gemma foi submetida aos cuidados paliativos, pois os especialistas achavam que não tinham mais opções para salvar a vida dela.

Mas a resiliência desta mulher é digna de admiração. Ela optou por não se render. Procurou e encontrou uma clínica na Alemanha, onde poderia fazer um tratamento de imunoterapia.

Para isso, precisava de US$ 300 mil e fez uma campanha de arrecadação de fundos para custear o tratamento.

Kate Winsley ficou sabendo da história. A atriz, mãe de três filhos, se comoveu, colocou-se no lugar de Gemma e decidiu bancar o tratamento da mulher. Leonardo DiCaprio, seu companheiro no filme Titanic, uniu-se a ela na ação solidária.

Agora, cinco meses depois, a jovem mãe sorri novamente para a vida com mais intensidade.

Leia Também: Após marcar piquenique com alunos e ninguém comparecer, professora vê internautas se mobilizarem em sua homenagem

O agradecimento de Gemma é profundo: “eu disse a eles que nunca poderia agradecê-los o suficiente, e ela [Kate] me disse para não ser boba.

Disse que leu sobre minha história, que tinha três filhos e que pensou como se ela estivesse naquela situação”, explicou Gemma em uma entrevista ao “Daily Mirror”.

Dizia Elbert Hubbar: “aquele que se dá em grande serviço recebe uma grande recompensa”. Kate Winslet sabe bem disso. Tanto que ela declarou: “ meu maior privilégio foi aprender a usar a minha voz para ajudar ao próximo e defender aquele que não tem como se defender”.

Fonte: Aleteia
Autor: Blanca de Ugarte

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.