Uma mãe tomou uma medida protetiva radical: Depois de muita conversa com sua sogra que é fumante, exigiu que ela só poderia pegar seu netinho no colo se tomasse banho e trocasse de roupas. Conforme o site Slate, ela alegou que sua sogra fuma exageradamente, por isso ela estava muito preocupada com o “fumo de terceira mão”Quando um não fumante entra em contato com o fumante, partículas e substâncias tóxicas dos resíduos do cigarro ficam em roupas e objetos mesmo que o cigarro seja apagado.

Vários estudos apontam que o “fumo de terceira mão” é nocivo para os não-fumantes, principalmente para os bebê e crianças.

Foto Pixabay

“Estou grávida do meu primeiro filho. Meus sogros obviamente vão querer conviver com ele tão logo ele nasça. O problema é que minha sogra fuma demais. Eu não me preocupo com o fato dela fumar na frente do bebê, pois sei que ela jamais faria isso. Mas depois de saber sobre o “fumo de terceira mão”, confesso que fiquei bastante preocupada. Não gosto nem um pouco da ideia de ela segurar meu filho logo após fumar. Eu e meu marido decidimos que após fumar, ela precisa tomar banho e trocar de roupas antes de segurar nosso filho”.

Ela continuou sua fala pedindo desculpas: “Nós não queremos que minha sobra se sinta mal, não queremos magoá-la. Mas estamos preocupados com os riscos, já que ela fuma demais. Como podemos fazer para que ela ainda se sinta bem-vinda, mas saiba desta limitação? ”.

Foto: Pixabay

Iniciou-se uma polêmica na internet, muitos achavam que ela estava sendo radical ao extremo, outros concordaram com sua atitude: “Eu também sou super contra a exposição das crianças ao cigarro, mas acho que pedir para tomar banho e trocar de roupas é demais. Peça para passar um álcool gel ou algo assim. Se fizer todas essas exigências, vai acabar afastando a sua sogra do próprio neto”, comentou uma internauta.

“Eu acho melhor você conversar com o pediatra do seu filho sobre como agir, antes de fazer uma série de pedidos para sua sogra. Mandar ela tomar banho e trocar de roupas antes de segurar seu filho, provavelmente fará com que ela se sinta mal e não será bom para a relação de vocês”, disse outra internauta.

As atitudes de uma mãe que quer criar e proteger de seus filhos de forma saudável pode até parecer estranha e rígida, só quem é mãe sabe que: é preferível pecar pelo excesso do que ter que passar por situações complicadas que afetem negativamente a saúde de um filho.

Fica claro nos depoimentos da mãe que seu objetivo não é constranger a sogra, mas proteger a saúde de seu filho.

Você concorda com a atitude desta mãe? Agiria como ela para proteger a saúde de seu filho?

Foto: Pixabay

Com informações: Pais & filhos

RECOMENDAMOS






Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.