Via: Conti Outra

Está bombando na internet, nos últimos dias, uma história no mínimo curiosa.

Um homem casado, cansado de ser rejeitado pela própria esposa, decidiu listar no Excel todas as vezes que ela disse que “não” queria manter relações com ele e a sua respectiva desculpa.

Ele então enviou o documento para ela, por email, quando ela estava no táxi rumo a uma viagem de negócios que duraria 10 dias.

Sua mensagem, basicamente, era a seguinte: “Eis por que não sentirei saudades suas.”

Segundo o relatório (que está ao final deste texto) ao longo de 6 semanas ele tentou “dormir com ela” em 28 ocasiões e só teve sucesso em 3.

As desculpas variavam de “quero assistir este reprise de Friends” à clássica “estou ficando doente”, passando também por “você está bêbado demais” e um curto “não”.

Indignada com a acusação, a mulher postou sob um pseudônimo o documento no Reddit, uma rede social popular nos EUA, queixando-se da “imaturidade” do marido.

Depois disso, o caso se espalhou pela internet, com centenas de pessoas tomando partido de ambos os lados.

Mas fica a questão: de quem é a culpa, afinal?

E a resposta mais provável é a seguinte: dele mesmo.

Vamos fazer uma lista curta de hipóteses (as reais, não as desculpas) dela ter negado manter intimidades, com base em possíveis falhas dele:

Ele foi egoísta e não a fez sentir prazer nas relações anteriores
Ele só dava atenção a ela na hora de tentar fazer sex0
Ele estava desleixado e não a estimulou como devia.
Ok, há muitas outras nesta linha, mas o espírito já deu para entender.

São situações básicas nas quais bastaria ele ser mais atencioso — e este celibato indesejado seria rapidamente resolvido.

Mas não podemos deixar de lado, também, as possibilidades de falha dela:

Ela é infiel e está ficando com outro
Ela realmente não gosta da coisa.
Ela está brava e usando a abstinência para puni-lo
Aqui nesta linha também há diversas outras opções, mas o sentido já ficou claro.

Então por que, neste segundo caso, a culpa ainda seria dele?

Simples: por se acomodar na companhia de uma mulher com essa atitude.

Se ele decidiu fazer esta lista, é porque a situação já estava assim há muito tempo.

E que cidadão de respeito esconde sua insatisfação sozinho por meses, para depois expô-la covardemente num email? Pior ainda, fazendo uma planilha do Excel?

Qualquer homem de verdade: (1) mudaria sua própria atitude para reverter a abstinência ou (2) colocaria um ponto final no relacionamento.

Por que não chamá-la para jantar e conversar do problema como um adulto?

Aceitar passivamente ser friedzoned pela própria esposa é a única coisa que não dá para fazer.

Abaixo, veja a planilha:

Fonte: Diário do Centro do Mundo

E vocês, o que acharam do posicionamento deles?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.

COMENTÁRIOS