Adahara Perez - Foto: reprodução / Twiiter @ricardobsalinas

Por: JCS

A família de uma menina, Mexicana, com 8 anos de idade, que já sofreu muito bullying em sua escola, recentemente constatou que ela possui um quociente de inteligência (QI) calculado em 162, número que supera o de gênios conhecidos como de Albert Einstein, que tinha 160.

Seu nome é Adhara Pérez, natural do México. Recentemente o jornal “yucutan Times” contou a sua história.

Nasceu no México, aos 3 anos de idade foi diagnosticada com síndrome de Asperger (A Síndrome de Asperger afeta a forma como as pessoas percebem o mundo e interagem com outras pessoas), um tipo mais brando de autismo.

Sua mãe, Nallely Sanchez, confessou que a menina já passou por um processo de “depressão profunda” devido ao bullying que foi vítima na escola, nos primeiros anos de escola.

“Vi que Adhara estava brincando em uma casinha e eles a trancaram. E eles começaram a cantar que ela era esquisita. E então eles começaram a bater na casinha. Então eu disse, não quero que ela sofra”, falou para o jornal.

Ajuda terapêutica

Os estragos pelo bullying foram profundos e sua mãe procurou ajuda para terapia.

Em meio aos testes realizados, identificaram que Adhara tem um QI bem acima da média.

Logo então, a criança foi conduzida a escolas que estão preparadas para lidar com crianças especiais, adequadas a uma criança com perfil de Gênio.

Sendo assim, ela concluiu rápido todas as etapas de sua aprendizagem, tanto que, neste ano, com oito anos de idade, concluiu o ensino médio.

Uma nova conquista, hoje, Adhara vai receber dois diplomas online: engenharia industrial em matemática e engenharias de sistemas.

Planos para o futuro

Seus planos para realização futura são muitos: um deles é ganhar o prêmio Nobel da paz, a menina sonha em ser astronauta, quer ir para Marte e cursar a Universidade do Arizona, (EUA).

Com informações: People

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.