Uma visita de um brasileiro com apenas oito anos, foi feito a Organização das Nações Unidas (ONU) que tem sede em Nova York, nesta última quinta-feira (12).

Apesar de ter apenas 8 anos o pequeno João Paulo Guerra Barrera, tem grandes planos, o menino vestindo um terno e gravata entregou à secretária geral da ONU para a Juventude uma carta pedindo a inclusão do português entre as língua oficiais das Nações Unidas.

João é mesmo um prodígio, ele já tem dois livros publicados, dá palestras pelo Brasil e já ganhou um prêmio da Nasa.

Sobre a visita João comentou :“Falei sobre ciências, tecnologia, inovação, sobre proteger o planeta, reciclar as coisas e ensinar o que sabemos, ter respeito pelas pessoas e ser feliz”.

“Não importa a sua idade o importante é você começar a transformar seus sonhos em realidade.”

– João Paulo Guerra

Atualmente a ONU possui seis línguas oficiais:

-árabe
-chinês
-espanhol
-francês
-inglês
-russo

Cinco dessas línguas são oficias desde a fundação da ONU, em 1946, sendo que o árabe foi incluso em 1973. Todas as elas são “línguas de trabalho” da entidade e dos demais organismos ligados a ONU, ou seja, todos os milhares de documentos estão disponíveis nessas 6 línguas.

Com 223 milhões de falantes em 15 países (como língua nativa, língua oficial ou língua estrangeira), segundo dados da publicação “Ethnologue: Languages of the World” (“Línguas do Mundo”, em inglês), o português fica à frente do russo e do francês, com 154 milhões e 76,8 milhões de falantes, respectivamente.

João escreveu uma carta de próprio punho endereçada a António Guterres, o secretário geral da ONU, solicitando que o português também entre nessa lista.

“Eu tenho um pedido especial para o senhor”, escreveu o garoto. “Por favor, inclua o idioma português como língua oficial da ONU, vai nos tornar mais fortes para defender as nossas ideias e projetos para deixar o mundo um lugar melhor para todos.”

Secretaria para a Juventude

A carta foi entregue oficialmente nesta quinta-feira, durante um encontro de João com Jayathma Wickramanayake, secretária geral da ONU para a Juventude.

O garoto também recebeu um pin de 17 cortes, que representam a Agenda 2030 pelo desenvolvimento sustentável.

“A Agenda 2030 tem 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que são claramente evidenciados pelas ideais e atitudes do João Paulo”, afirmou Jayathma, segundo comunicado da equipe de João. Após receber a carta a Secretária prometeu encaminhar a carta ao Secretário Geral António Guterres.

“Mesmo com 8 anos João Paulo consegue transmitir de maneira simples e lúdica que esses objetivos são possíveis para os jovens do Brasil e do mundo”, continuou ela.

Este ano João Paulo ainda participa mais uma vez da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece em agosto.

Informações: G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.