Ele obteve o percentil de 99% em laudo e QI 134, destacando habilidades para memória, aritmética e raciocínio lógico, resultados que só uma criança de 7 anos e 8 meses consegue.

Filippo de Castro Morgado, aos 5 anos, é o recém integrante do Clube Mundial de pessoas com alto QI. Mora com sua mãe, Roberta de Castro, no bairro Pompeia, Zona Oeste da capital de São Paulo, e recebeu o resultado de sua aprovação para a sociedade no dia 21 de julho.

Foto: Arquivo pessoal

Assim, sua mãe disse que: “Neste mês, descobri que a Mensa Internacional está recebendo laudos a partir de 2 anos (Son-R), então submeti o laudo dele à aprovação e, para a minha surpresa, foi aprovado imediatamente”.

“No laudo, ele foi mais pontuado em aritmética, raciocínio lógico e memória. São os três pontos que ele foi acima da média para a idade dele. Além disso, o resultado mostrou que ele tinha, no ano passado, a idade cognitiva de 7 anos e 8 meses. Justamente por essa questão que ele pontuou muito alto na resolução de problemas de matemática”.

Foto: Arquivo Pessoal

Histórico de Superdotação

Dessa forma, Roberta relatou que Fillipo se destacava entre os familiares desde os 2 anos de idade, pois tinha comportamentos “atípicos”. De maneira que todos os parentes percebiam a inteligência e esperteza do garotinho, sendo destacadamente superior para a idade dele.

“O choque veio quando ele leu a placa dos carros no estacionamento do prédio aos dois anos e meio. A gente estava descendo para passear, ele parou, pediu para esperar e começou a ler todas as placas até chegar ao nosso carro”.

Com 3 anos, Filippo já falava inglês com fluência, a mãe afirmou que ele aprendeu o idioma sozinho, através de desenhos no idioma.

Com informações: G1

RECOMENDAMOS






Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.