Foto: Reprodução

Em Canudos, sertão baiano, algumas mulheres carentes organizaram-se para conquistarem a independência financeira. Destemidas e com muita vontade, cada uma com uma máquina de costura e a vontade de aprender a costurar foi o suficiente!

Essa é a história do Ateliê Corte e Costura “Forte Severina”. No princípio o projeto começou com 15 mulheres que contavam com apenas uma máquina de costura, hoje, elas sonham em ter um espaço maior e assim ensinar uma profissão para mais mulheres na comunidade – Se você quer ajudar, clique aqui e contribua com o projeto delas.

A primeira iniciativa do projeto veio através da costureira Delma Alves. Há exatos 5 anos, seu pai tinha falecido e deixou para os oito filhos um carro velho. Ela logo vendeu o carro e comprou uma máquina de costura. Ela ficou sabendo do projeto das mulheres da comunidade Rasinho, e assim, emprestou a sua máquina para elas, foi assim que nasceu o ateliê “Forte Severina”.

A costureira Delma Alves foi quem plantou a sementinha desse projeto incrível. Foto: Divulgação

“Enquanto uma costurava, a outra cortava, assim levamos com uma máquina. As mulheres não querem depender somente dos maridos em casa. Queremos trabalhar e ter um futuro melhor”, disse Delma.

Como resultado da organização e trabalho delas e com a ajuda do Projeto Canudos, elas receberam uma doação de 7 máquinas de costura. O próximo passo delas é ter um espaço físico completo para profissionalização de mais mulheres da comunidade.

Não se trata apenas de dar uma profissão às mulheres, o projeto além de proporcionar uma fonte de renda, permite que elas alcancem a independência!

“O primeiro passo para superar a situação de vulnerabilidade social é romper com o isolamento. Uma pessoa, quando se junta a outras em situação semelhante, amplia centenas de vezes suas possibilidades de emancipação social e econômica. ”

Foto: Divulgação

O projeto Ateliê Corte e Costura “Forte Severina”

Elas pretendem com a vaquinha, montar um ateliê completamente equipado para fornecer cursos de formação profissional na área de Corte e Costura.

O objetivo do projeto “Forte Severina” é promover oficinas de corte, costura e modelagem com ênfase na criação de renda por meio da QUALIFICAÇÃO profissional que envolve pessoas em situação de vulnerabilidade social atendidas pelo Instituto Brasileiro de Expedições Sociais através do Projeto Canudos.
À princípio serão capacitadas prioritariamente a mulheres das comunidades de Rasinho e Bom Jardim, em Canudos,sertão da Bahia, prestando suporte técnico para a criação de renda e autossustentabilidade.

Foto: Divulgação

Saiba o que é o projeto Canudos!

O Projeto Canudos é uma iniciativa social do Instituto Brasileiro de Expedições Sociais (IBES) que visa a autossustentabilidade de comunidades vulneráveis pelo Brasil e pelo Mundo, por meio de EXPEDIÇÕES Nacionais e CONEXÕES Internacionais. Iniciou suas atividades em 2009 na cidade de Canudos.

Desde o início, o Projeto visa tornar os vilarejos de Canudos Velho, Rio do Vigário e Rasinho (regiões rurais) em comunidades autossustentáveis. Para isso, o Projeto Canudos, em parceria com empresas e Instituições de Ensino Superior, desenvolve ações de Saúde, Educação, Direitos Humanos e Justiça, Comunicação, Cultura, Geração de Renda, Tecnologia e Meio Ambiente.

Com informações: RPA

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.