Por: Cho Amisola

Dizem que quando se está apaixonado, você vê borboletas e arco-íris – vê seu amado(a) como seu mundo, a razão de sua existência.

Você acha que pode superar todas as dificuldades que a vida lhe lançará enquanto estiver junto e sentir que tudo finalmente está em seu devido lugar afinal, você pode dizer que sua vida está completa.

Quando você ama, você dá tudo de si, porque te ensinaram que é assim que deve ser. Dizem que o amor verdadeiro é medido pelas coisas que você pode fazer pelo seu amor; que você deve cumprir tudo o que ele quer, e certifique-se de dar a ele toda a atenção e cuidado que ele ‘merece’.

Mas e se ‘amor’ não acontecer dessa maneira?

E se depois de todos os sacrifícios que você fez e todos os gestos que você fez, seus sentimentos não forem retribuídos a altura?

Isso pode se tornar um pesadelo, pode prejudicar até mesmo as pessoas mais inocentes com o mais puro dos corações. Pode enlouquecer uma pessoa gentil, deixa-la enfurecida por causa dos montes de “porquês” em sua mente; com perguntas que ficarão para sempre sem respostas porque a “pessoa” que você escolheu, optou por outro caminho.

Essa decepção pode fazer alguém se tornar cauteloso – desconfiado das reais intenções das pessoas se aproximarem; com medo de que, se eles entrarem, vão trazer dor e um  coração quebrado e as noites solitárias voltem a ser recorrentes.

A verdade é que o amor nem sempre vai trazer sorrisos para as pessoas, isso é um fato, especialmente quando aquele que você ama não corresponde a sua expectativa.

O amor vem para aqueles que estão prontos para isso!

Não para aqueles que pensam que precisam, você nunca deve deixar sua infelicidade passada se tornar a razão para você não acreditar no amor.

Você pode até dar um tempo, mas você nunca deve parar. Não importa quantas vezes seu coração se parta, ainda assim, você deve amar. Não deixe as tristezas mancharem sua crença no amor e sua chance de ter um final feliz.

Sim, nem sempre ficamos com quem amamos, mas talvez seja apenas o universo nos dizendo que há alguém lá fora que é realmente feito para nós – que talvez, nossos corações partidos tenham sido apenas uma maneira de nos moldar para o amor eminente que é finalmente destinado a durar.

Texto originalmente publicado no Thought Catalog, livremente traduzido e adaptado pela equipe Revista Bem Mais Mulher

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.