Três suspeitos de furto a apartamento de Carlinhos Maia foram presos em Campina Grande, na Paraíba — Foto: Draco/Polícia Civil da Paraíba

Os três suspeitos de furtarem o apartamento dos influenciadores Carlinhos Maia e Lucas Guimarães foram presos em Campina Grande, na Paraíba, de acordo com os delegados Gustavo Xavier, de Alagoas, e Diego Beltrão e Demétrius Patrício, da Paraíba. As prisões aconteceram na noite desta segunda-feira (6) e a informação foi confirmada pela polícia nesta terça-feira (7).

Imagens dos suspeitos foram divulgadas pela polícia, porém com os rostos ocultados.

Conforme informações do delegado Diego Beltrão, as investigações da Polícia Civil de Alagoas identificaram um prejuízo de bens em, aproximadamente, R$ 5 milhões. A Polícia Civil de Alagoas acionou o Departamento de Repressão ao Crime Organizado de Campina Grande para que fossem realizadas buscas na região de Campina Grande.

Os suspeitos foram localizados na noite da segunda-feira e, conforme o delegado Diego Beltrão, são da Zona Leste de Campina Grande. Eles foram encaminhados para Maceió no início da manhã desta terça-feira.

Conforme informações reveladas pelo delegado Gustavo Xavier nesta terça, provavelmente a quadrilha envolvida no crime é especializada neste tipo de ação, porque depois que invadiram o apartamento eles foram em busca de peças específicas, como um colar de diamante avaliado em R$ 1,5 milhão e um relógio que custava R$ 1 milhão. O delegado Lucimério Campos acredita que os suspeitos tinham informações privilegiadas sobre as falhas do sistema de segurança do edifício onde os influenciadores moravam.

O furto ocorreu no dia 29 de maio, quando os influenciadores não estavam em casa. Carlinhos estava em Aracaju para realizar uma lipoaspiração e Lucas em Cancún, a trabalho.

Depois do ocorrido, Carlinhos foi morar na casa dos pais, em Penedo e disse que reforçou a sua segurança pessoal.

Com informações: G1

RECOMENDAMOS






Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.