Por Conti Outra

Se os horários e o excesso de atividades estiverem fazendo você sentir que está perdendo o controle ou afastando-se do contato com seu filho, é hora de simplificar.

Os benefícios de simplificar o mundo de seus filhos são muitos. E isso também pode tornar sua vida mais gratificante. As crianças florescem quando têm tempo e espaço para explorar seu mundo sem as restrições do “demais”.

Fazer “demais” é esmagador e estressante, sejam coisas demais, informação demais, atividades demais, escolhas demais ou um ritmo rápido demais – sempre correndo de uma tarefa para outra, nunca um momento para relaxar ou brincar. Ter e fazer muito pode sobrecarregar uma criança e levar a um estresse desnecessário em casa e na sala de aula.

Simplificar a rotina de uma criança e reduzir sua sobrecarga de informações e atividades, bem como o excesso de brinquedos e bagunça, poderia ajudar crianças superestimuladas a se tornarem menos argumentativas e disruptivas.

Quando você simplifica o mundo de uma criança, você abre espaço para o crescimento positivo, criatividade e relaxamento.

“Muitas das questões comportamentais de hoje vêm de crianças que têm muita coisa e vivem uma vida que é muito rápida”, diz Kim John Payne, autor de Simplicity Parenting: Using the Extraordinary Power of Less to Raise Calmer, Happier and More Secure Kids.

Payne diz que muitas crianças americanas estão experimentando sobrecarga sensorial com “bugigangas demais, escolhas demais e informação demais”. Ao abordar a criação dos filhos usando a simplicidade como estrutura, os pais podem reduzir significativamente o estresse diário da criança, o que pode levar a crianças mais felizes e mais bem-sucedidas.

“As crianças precisam de tempo para se tornarem elas mesmas – por meio de brincadeiras e interação social. Se você sobrecarregar uma criança com coisas – com escolhas e pseudoescolhas – antes que elas estejam prontas, elas saberão apenas um gesto emocional: mais!”

A maneira mais fácil de começar é com o seu ambiente doméstico. “À medida que diminui a quantidade de brinquedos e a bagunça do seu filho, você aumenta a atenção e a capacidade de brincar profundamente. Coisas demais levam a muito pouco tempo e pouca profundidade na forma como as crianças veem e exploram seus mundos”, diz Payne.

Limpe um pouco da bagunça.

Ao reduzir os brinquedos, concentre-se em manter uma mescla de brinquedos que seus filhos gostem de forma consistente e que os mantenham entretidos por longos períodos de tempo. Muitas vezes, os brinquedos favoritos das crianças são brinquedos simples e clássicos, sem muitos sinos e apitos – bichos de pelúcia, bonecas, brinquedos de construção como Legos, trens e carros, roupas de vestir e materiais de artesanato.

Diminua a quantidade de livros para um punhado de favoritos que podem ser saboreados e remova o restante para criar uma “biblioteca” para encontrar novas leituras, uma ou duas de cada vez. Adicione um pouco de tecido, barbante ou travesseiros para criar fortalezas e cabanas, depois dê ao seu filho algum tempo para se ajustar e criar seu próprio mundo de brincadeiras com essa simples seleção de brinquedos.

Faça do tempo de descanso uma prioridade

Na mesma linha, simplificar a programação da sua família pode reduzir a sensação frenética de estar sempre em movimento. As crianças cheias de trabalho escolar, atividades extracurriculares ou esportes a cada dia podem se sentir estressadas e caóticas, já que falta o tempo livre que as crianças precisam para brincar e explorar criativamente. E quando você definir limites de tempo de tela efetivos, manterá seu filho livre de distrações e ajudará a aprender a encontrar alegria no momento presente.

“O descanso alimenta a criatividade, que alimenta a atividade. A atividade alimenta o descanso, o que sustenta a criatividade”, explica Payne em Simplicity Parenting. “Cada um extrai e contribui para o outro.”

Como um pai ou mãe “taxista”, provavelmente você também não está se sentindo tão relaxado. Reduzir para apenas uma ou duas das atividades favoritas de seu filho pode dar a eles a liberdade não apenas de ter tempo para brincar e explorar, mas também de praticar e se concentrar nas atividades que escolhem participar.

Reduzir a bagunça física, definir ritmos previsíveis e simplificar atividades também traz benefícios para os pais. “Como pais, nós também nos definimos pelo que atraímos nossa atenção e presença. É fácil esquecer quando a vida cotidiana parece mais como uma triagem”, diz Payne. Ao simplificar, podemos nos concentrar naquilo que realmente valorizamos, não apenas em passar nossos dias reagindo a tudo que o mundo nos lança.

Ter menos brinquedos beneficia a imaginação de uma criança e a sensação de calma.

A simplificação é um processo contínuo, não algo que pode ser concluído em uma tarde ou fim de semana. Leva tempo para reduzir posses, mudar hábitos e desenvolver novos ritmos. Não é fácil mudar de direção quando toda a sua família está se movendo à velocidade da luz e o caos sempre parece estar na espreita. Comece devagar, com pequenas mudanças e um olhar para o que você quer que sua vida familiar seja.

Relaxar

“Nas bases da infância, o que se destaca não são as viagens à Disneylândia, mas as coisas comuns que se repetem: os jantares em família, passeios na natureza, ler juntos na hora de dormir, panquecas no sábado de manhã.”

Com a simplificação, podemos trazer uma infusão de inspiração para o nosso cotidiano; definir um tom que honre as necessidades de nossas famílias antes das exigências do mundo. Permitir que nossas esperanças para nossos filhos superem nossos medos.

Realinhar nossas vidas com nossos sonhos para nossa família e nossas esperanças para o que a infância poderia e deveria ser.

Que melhor lembrete temos da melhor versão de nós mesmos do que nossos filhos, nossos ‘eus’ menos estressados e mais despreocupados?

Em sua inocência, vemos o eco do jeito que costumávamos ser: quando éramos crianças, sim, mas também antes de termos filhos, ou mesmo duas semanas atrás, antes de todo o estresse dessas reuniões corporativas de fim de ano. Sua alegria, seu entusiasmo contagiante, seu senso de “missão” com o pobre cachorro que está vestido com bermudão, não podem deixar de seduzi-lo e acenar para que você relaxe.

Simplificar é encontrar um lugar de equilíbrio à medida que você se afasta do “demais”. Somente com menos, as crianças podem descobrir o que realmente gostam e querem.

Tradução CONTI outra. Do original: Want happier, calmer kids? Simplify their world, de Sandy Kreps

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.