Casados desde abril de 2011, o Príncipe William e a Duquesa Kate Middleton são pais de três lindas crianças, as quais costumam exibir constantemente em público.

No entanto, uma lei real criada há 300 anos determina que os dois não detenham a guarda dos filhos.

Porém a Duquesa Kate Middleton e o príncipe Willian, sempre são muito presentes na criação de seus três filhos, Príncipes George e Louis e Princesa Charlotte. Os dois sempre aparecem em público cuidando e dando carinho para os filhos, inclusive fazem o maior sucesso entre papais e mamães na web.

No entanto, apesar de serem grandes pais, conforme previsto pelas leis monárquicas, a guarda dos netos e dos bisnetos membros da família real são sempre de incumbência do rei ou rainha no poder vigente. Atualmente, a rainha Elizabeth II.

“O rei ou rainha tem a guarda dos netos e bisnetos da família real. Isto vem da época do Rei George I, que governou entre 1714 e 1727, e a lei nunca foi modificada. Na época, o rei fez isso porque ele tinha uma relação ruim com seu filho, o futuro Rei George II, então ele aprovou essa lei para que pudesse ter a guarda de seus netos. A lei tem mais de 300 anos e foi aprovada por 10 entre 12 juízes em 1717. Eles decidiram que ‘o direito de supervisão do monarca é estendido aos seus netos e este direito pertence a Sua Majestade, Rei do Reino, mesmo durante a vida do pai”, contou Marlene Koening, especialista em família real.

Isso significa que, quando o príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, tiverem filhos, o mesmo valerá para eles, com a guarda sendo de incumbência direta daquele que estiver no poder.

Informações:Bebe Mamãe

RECOMENDAMOS






Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.