Por Racing Motors Sport

Segundo o jornal britânico Daily Mail, Michael Schumacher apresentou sinais de melhora e assistiu em casa o Grande Prêmio do Brasil, ao lado do presidente da FIA Jean Todt. Ainda de acordo com a publicação desta segunda-feira do periódico britânico, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 não está de cama e nem precisa de um respirador para se manter vivo.

Michael Schumacher vive em sua casa na Suíça, ao lado do Lago Leman, em uma ala especialmente equipada para o tratamento. O Daily Mail teve acesso às condições clínicas do alemão de 49 anos e revelou que o peso do ex-piloto está normal e não depende de máquinas para manter a consciência.

Na semana passada, Jean Todt revelou que assistiu o Grande Prêmio do Brasil, disputado no último 11 de novembro, ao lado de Michael Schumacher. Segundo o presidente da FIA, o alemão estava ciente do que estava acontecendo e comentou sobre a corrida disputada em Interlagos.

Desde o dia 29 de dezembro de 2013, quando sofreu um gravíssimo acidente nos Alpes Franceses e que gerou o traumatismo craniano, Michael Schumacher obteve a sua maior evolução clínica. A família gasta cerca de 55 mil euros por semana no tratamento e Schumacher é atendido por uma equipe equipe médica que contém 15 pessoas.

Fonte: A Grande Arte

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.