Com informações do Portal R7

A tradição data da Ditadura Militar. Foi em 1970 que o general Medici exigiu que o time de Zagallo fosse a Brasília a Taça Jules Rimet. Em 1994, a seleção campeã foi também, agora por vontade, a Brasilia levar a mesma taça ao presidente Itamar Franco.

Em 2002, o técnico Felipão levou a seleção brasileira que conquistou o pentacampeonato mundial ao então presidente Fernando Henrique Cardoso.

Contudo, parece que o técnico Tite deseja quebrar essa “tradição”.

Meses antes da abertura da Copa do Mundo de Futebol, o técnico da seleção brasileira, Adenor Leonardo Bachi, o Tite, declarou que mesmo se ganhar a Copa da Rússia não se encontrará com Michel Temer.

A declaração foi feita em entrevista ao jornalista Cosme Rímoli, do portal R7:

“Eu não vou para Brasília antes ou depois da Copa do Mundo. Já estou decidido. Nem se for campeão eu não vou”, afirmou.

Assista parte da entrevista:

Diga-nos: nessa Tite mandou bem, não mandou?
Deixe, abaixo, a sua opinião.

Via: Pensar Contemporâneo

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.