Imagine que há um banco que todas as manhãs creditado em sua conta a soma de 86.400 euros. Não é permitido transferir o saldo para o dia seguinte. Todas as noites exclui-se a quantidade que você não tenha usado durante o dia.

O que você faria?

Obviamente, iria gastar até o último centavo.

Todos nós somos clientes deste banco. Ele é chamado de tempo.

Todas as manhãs são creditadas a cada um de nós 86.400 segundos, e todas as noites o saldo é debitado como perda. Não nos é permitido acumular este saldo para o dia seguinte. Todas as manhãs a tua conta é reiniciada, e todas as noites as sobras do dia se evaporam. Não existe volta.

Esse banco não acumula saldos.

Cada dia ele abre uma nova conta. Cada noite ela equilibra o dia.

Se você não usar os seus depósitos, a perda é sua. Você não pode voltar atrás.

Tu tens de gastar vivendo no presente o teu depósito diário

O relógio está correndo, mas muitas vezes não estamos plenamente conscientes da importância do tempo, tanto nosso tempo e como das pessoas ao nosso redor. Há centenas de atos diários que não valorizamos o suficiente, aqueles minutos dedicados de um colega de trabalho ou vizinho para cuidar de nós, ou para aqueles momentos agradáveis ​​de conversa que nós fornecemos aos amigos e parceiros. Na verdade, se valorizássemos de verdade perceberíamos que todos esses pequenos sinais de afeto, se fossem compartilhados diariamente nos fariam milionários de carinho.

O tempo não se cobra, aceita-se como um presente

Infelizmente, nem sempre suficientemente valorizamos os esforços feitos por outros para fazer nossa rotina mais suportável, tentar alegrar o dia ou apenas estar do nosso lado.

Às vezes cometemos o erro de pensar que é seu dever, quando, na verdade, é uma decisão pessoal. Se alguém leva alguns minutos para nos confortar, encorajar-nos ou conversar com a gente é porque somos privilegiados. É uma maneira de dizer que o outro se preocupa o suficiente para nos dar o seu tempo.

Obviamente, não devemos cometer o erro de forçar os outros a passar o tempo com a gente. Quando encontramos alguém que não vemos por um longo tempo, criticas dizendo “você tinha desaparecido” fazendo sentir-se culpado e estraga tudo de bom que poderia ter esse reencontro. Em vez disso, devemos nos alegrar e se você realmente precisa de uma explicação, para não cair em falsas suposições ou culpar o outro, mas limitar-nos a perguntar o que aconteceu a perder contato.

Devemos lembrar que a vida é para gastar, gastar o tempo, por isso deve ser um ato espontâneo e natural. O tempo não se mendiga, nem se compra, nem se exige. É uma escolha livre. Certamente você não quer amarrar alguém que quer estar em outro lugar ou com outra pessoa.

Aqueles que escrevem para nós, faça-nos um favor, ouvir-nos ou nos acompanhe em bons e maus momentos que estão dando uma parte de sua vida, a nossa tarefa é ter certeza de que totalmente presente para não desperdiçar esse dom.

Não compartilhe sua vida com quem você não valoriza o seu tempo

Da mesma forma devemos valorizar o tempo que outros gastam com a gente, temos de aprender a ser mais zelosos do nosso tempo. Cada segundo que passa é um segundo que não podemos recuperar, por isso não faz sentido dar a pessoas que não sabem como valorizar.

Portanto, não compartilhe seu tempo com aqueles que:

– Não têm nenhum desejo de estar lá e estão presentes apenas por mera formalidade. LIBERE o outro dessa “responsabilidade”, eles vão ser feliz e você será mais feliz.

– Pensam em termos de “matar o tempo” e não “aproveitar o tempo”, por isso não faz nada particularmente valioso com o seu horário e quer que você também desperdice o seu.

– colocam a cabeça no trabalho e nem ouvem quem está ao seu lado, por isso é impossível manter uma conversa ou se conectar emocionalmente.

– Estão sempre atrasados ​​e acham que todos devem estar disponíveis porque o seu tempo não é tão valioso quanto o seu.

– Nunca têm tempo quando você precisam, mas exigem a sua presença quando precisam.

Lembre-se que o tempo é seu bem mais valioso, certifique-se de gastá-lo com aqueles que você aprecia e também mante-los um lugar especial em sua vida.

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Bem Mais Mulher
Sobre a inteligência, a força e a beleza feminina.